Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Antevisão

Será desta? Arranque da produção do Mercedes-AMG One apontado para 2022

Há muito aguardado, o Mercedes-AMG One parece ter recebido, finalmente, luz verde para o arranque da sua produção. O começo está marcado para meados de 2022.

O Mercedes-AMG One já foi visto em fotos-espia, já surgiu no Forza Horizon 5 e até já foi conduzido por Lewis Hamilton. Apesar de tudo, o hiperdesportivo híbrido equipado com um motor “herdado” dos monolugares da equipa de Fórmula 1 da AMG ainda não começou a ser produzido.

Após uma série de atrasos, muitos deles motivados pela dificuldade em adaptar o motor de Fórmula 1 à “vida civil”, o Mercedes-AMG One parece ter recebido “luz verde” para o arranque de produção.

Segundo avançam os britânicos da Autocar, o hiperdesportivo que terá como rivais modelos como o Ferrari SF90 começará a ser produzido a partir de 2022 — provavelmente no segundo semestre do ano.

A NÃO PERDER: Mercedes-AMG CLA 45 S 4MATIC+ Shooting Brake. “Foguete” familiar com 421 cv
Mercedes-AMG One Lewis Hamilton

O que já se sabe

Pelo que já pudemos ver nas fotos-espia, há já algumas certezas sobre o Mercedes-AMG One. Uma delas é que as suas linhas serão muito próximas às do protótipo Project One.

A outra é que o novo hipercarro vai ter um volante quadrangular com luzes no seu topo que nos avisam quando é altura de mudar de relação (como na Fórmula 1) e dois grandes ecrãs: um para o infoentretenimento e outro para o painel de instrumentos.

Já no capítulo da mecânica, sabemos que o Mercedes-AMG One recorre a um V6 com 1.6 l “importado” diretamente da Fórmula 1 — o mesmo motor do F1 W07 Hybrid de 2016 — ao qual surgem associados quatro motores elétricos.

Mercedes-AMG One fotos-espia
Interior “focado”, inspirado também nos F1. O volante é quadrangular com série de luzes no topo que nos avisam quando mudar de relação, integra ainda vários comandos e temos patilhas (algo pequenas?) atrás para mudar de relação. © Razão Automóvel

Uma combinação que terá como resultado uma potência máxima combinada de cerca de 1000 cv que lhe permitirá atingir mais de 350 km/h de velocidade máxima. Equipado com uma caixa manual-sequencial de oito velocidades, o Mercedes-AMG One deverá ser capaz de percorrer 25 km em modo 100% elétrico.

Limitado a 275 unidades — uma delas destinadas ao mercado nacional — o Mercedes-AMG One já viu todas as suas unidades serem vendidas, isto apesar de cada uma custar uns impressionantes 2,27 milhões de euros.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o Mercedes-Benz 190 (W201)?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Mercedes-Benz 190 (W201), antecessor do Classe C, celebra 35 anos

Mais artigos em Notícias