Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Antevisão

Está confirmado. Lancia Delta vai regressar como 100% elétrico

A confirmação foi dada por Luca Napolitano, o CEO da marca italiana que não só apontou ao regresso do Lancia Delta como confirmou o foco na eletrificação.

Com 10 anos para “mostrar o que vale”, a Lancia prepara-se para ressuscitar um dos seus mais icónicos modelos: o Lancia Delta. Contudo, este regresso será feito de acordo com as “tendências” do século XXI, o que significa que este abandonará os motores de combustão e será 100% elétrico.

A confirmação foi dada pelo diretor executivo da Lancia, Luca Napolitano que afirmou “toda a gente quer o regresso do Delta e este não pode estar ausente dos nossos planos. Ele regressará e será um verdadeiro Delta: um carro empolgante, um manifesto de progresso e tecnologia. E, obviamente, será elétrico”.

Se bem se recordam, há uns meses ficámos a saber que todos os Lancia lançados depois de 2024 seriam eletrificados e que a partir de 2026 todos os novos modelos da marca serão 100% elétricos. Tendo isso em conta, o mais provável é que o novo Delta chegue em 2026.

LEIAM TAMBÉM: Mercedes-Benz junta-se à Stellantis e TotalEnergies para fazerem baterias na Europa
Lancia Delta
Até agora uma hipótese, o substituto direto do Lancia Delta foi confirmado pelo diretor executivo da marca.

Antes do Delta, o Ypsilon

Como já noticiámos há uns tempos, o primeiro modelo daquilo a que Luca Napolitano apelida de “o renascimento da Lancia” será o Ypsilon, cuja chegada deverá acontecer em 2024.

Para começar, a nova geração do utilitário italiano deverá deixar de estar “confinada” ao mercado doméstico. Além disso, e cumprindo o plano da Stellantis para as suas marcas premium, o Lancia Ypsilon apresentar-se-á com mecânicas eletrificadas e, quase de certeza, com uma versão 100% elétrica.

Lancia Ypsilon
O sucessor do Ypsilon vai manter a aposta na eletrificação, devendo contar com a “obrigatória” variante 100% elétrica.

Acerca do novo Ypsilon, Napolitano afirmou “será o primeiro passo de um caminho acelerado para uma mudança radical, para restaurar a credibilidade da marca no mercado premium”.

Quanto ao futuro da Lancia, o seu diretor executivo não só confirmou que o foco na eletrificação como apontou à procura de novos clientes, não apostando apenas em modelos pequenos que lhe têm assegurado vendas nos últimos anos como noutros focados numa “clientela masculina, com uma idade média mais alta; uma clientela mais moderna e europeia”.

Fonte: Corriere della Sera

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado o Saab-Lancia 600?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Não estão a ver mal. Este Delta é mesmo um Saab-Lancia 600

Mais artigos em Notícias