Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Indústria

Alfa Romeo, DS e Lancia. Marcas premium da Stellantis têm 10 anos para mostrarem o que valem

A promessa foi feita por Carlos Tavares que dará 10 anos às marcas premium da Stellantis para colocarem em prática uma estratégia que garanta a sua viabilidade.

Depois de há uns meses termos ficado a saber que a Alfa Romeo, a DS e a Lancia são vistas dentro da Stellantis como “marcas premium, agora Carlos Tavares revelou um pouco mais sobre o seu futuro.

Segundo o diretor executivo da Stellantis, cada uma destas marcas terá “uma janela de tempo e financiamento por 10 anos para criar uma estratégia nuclear de modelos. Os CEO (diretores executivos) têm de ser claros no posicionamento da marca, nos clientes alvo e na forma de comunicação da marca”.

Quanto ao que pode acontecer após esse período de 10 anos às marcas premium da Stellantis, Tavares foi claro: “Se tiverem sucesso, ótimo. Cada marca terá a oportunidade de fazer algo diferente e atrair clientes”.

A NÃO PERDER: Stellantis. Plano de eletrificação promete modelos com 800 km de autonomia
DS 4

Ainda acerca desta ideia, o diretor executivo da Stellantis declarou: “A minha postura clara de gestão é que damos uma oportunidade a cada uma das nossas marcas, sob a liderança de um CEO forte, para definir a sua visão, construir um “guião” e garantimos que eles usam os valiosos ativos da Stellantis para fazer o seu business case funcionar”.

Alfa Romeo na “linha da frente”

Estas declarações de Carlos Tavares surgiram na cimeira “Future of the Car” promovida pelo Financial Times e não restam dúvidas que a marca cujo plano parece mais “encaminhado” é a Alfa Romeo.

Sobre esta, Carlos Tavares começou por relembrar: “No passado, muitos construtores tentaram comprar a Alfa Romeo. Aos olhos desses compradores, esta tem um grande valor. E eles estão certos. A Alfa Romeo tem um grande valor”.

À frente da marca italiana está Jean-Philippe Imparato, o antigo diretor executivo da Peugeot, sendo o objetivo, segundo Carlos Tavares, “fazer o que for necessário para a tornar altamente lucrativa com a tecnologia certa”. Essa “tecnologia certa” é, nas palavras de Carlos Tavares, a eletrificação.

Gama Alfa Romeo
O futuro da Alfa Romeo passa pela eletrificação, mas Carlos Tavares quer também melhorar a comunicação com os potenciais clientes.

Quanto às melhorias que a marca italiana tem de operar, o executivo português também já as identificou, apontando a necessidade de melhorar “a forma como a marca “fala” com os potenciais clientes”. De acordo com Tavares, “Há uma desconexão entre os produtos, a história e os potenciais clientes. É preciso melhorar a distribuição e entender os clientes potenciais e a marca de que lhes apresentamos”.

Fonte: Autocar.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o Alfa Romeo 90?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Conheces o mais estranho opcional do Alfa Romeo 90?

Mais artigos em Notícias