Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Design

Toyota GR Corolla chega no final de 2022. E se fosse assim, inspirado no AE86?

A promessa de um Toyota GR Corolla parece que vai ser cumprida, com o mesmo motor e transmissão do GR Yaris. Mas e se viesse também com carroçaria distinta?

São cada vez mais os indícios que indicam que a Toyota vai mesmo lançar um GR Corolla, herdando do GR Yaris a sua cadeia cinemática, assim como a tração às quatro rodas.

Porém, está ainda por confirmar que o novo hot hatch japonês venha para o “velho continente”, pois a sua existência parece ser justificada apenas pela impossibilidade de os norte-americanos terem acesso ao GR Yaris.

O futuro GR Corolla deverá manter-se fiel à carroçaria de dois volumes e cinco portas, mas e se a Toyota fizesse como no GR Yaris e desse ao Corolla uma carroçaria distinta? É isso que propõe Theottle, da conta de Instagram homónima:

 

VEJAM TAMBÉM: Toyota Prius e Corolla com motor a hidrogénio? Podem chegar já em 2023

O Corolla surge aqui numa mais desportiva carroçaria de três portas, com contornos de coupé, mais baixa e complementada com rodas de grande dimensão — para ficar “plantado” sobre o asfalto de forma bem mais assertiva.

Esta proposta de Theottle faz-nos recuar no tempo — 30-40 anos —, quando o Corolla era sinónimo de um “sem número” de variantes de carroçaria e até arquiteturas distintas.

Havia Corolla em formato hatchback e liftback, assim como sedã e carrinha, e para ajudar à “confusão”, estava disponível nos anos 80 não só como um “tudo à frente” (motor e tração dianteira), como um tração traseira (motor longitudinal dianteiro). Parecia haver um Corolla para todos os gostos.

Toyota Corolla AE86

Foi nesta última configuração, com tração traseira, que daria origem a um dos Corolla mais emblemáticos de sempre, o AE86 — nome de código interno do projeto —, cujo nome oficial era Corolla Levin (o nome também dado a esta criação digital) ou Sprinter Trueno.

Initial D, a inspiração

Tal como o Supra A80 tornou-se célebre, em grande parte, pela sua participação no filme “Velocidade Furiosa”, também o AE86 viu parte da sua reputação de ser a derradeira máquina de drift ter origem numa publicação manga, mais tarde adaptada para anime chamada “Initial D”.

Initial D Toyota AE86
Takumi Fujiwara, a personagem principal do “Initial D”, com o seu AE86 e a decoração icónica a preto e branco.

O AE86 que víamos no “Initial D” apresentava uma decoração única, que acabaria por ser tornar icónica entre os fãs do “Initial D” e do AE86.

Uma referência que não passou ao lado de Theottle, que aplicou uma decoração muito próxima do AE86 ao seu Corolla.

Sendo hoje em dia um tração dianteira, ou tração às quatro rodas como se espera que seja o futuro GR Corolla, dificilmente esta visão de um Corolla “coupé” poderia tomar o lugar do AE86.

Para esse efeito, a própria Toyota lançou o GT86 em 2012 e, já este ano, o seu sucessor, o GR86, coupés de tração traseira, conceptualmente muito mais próximos ao AE86. Mas este novo e reinterpretado Corolla Levin não deixa de ser menos apelativo por isso.

Mais artigos em Notícias