Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Leilão

O mais desejado? Toyota Supra do primeiro Velocidade Furiosa vai a leilão

Deve ser, provavelmente, o Toyota Supra mais reconhecido do mundo. Este fez parte dos dois primeiros filmes da saga Velocidade Furiosa e agora vai a leilão.

Além do Dodge Charger de Dominic Toretto (Vin Diesel), o muito laranja Toyota Supra de Brian O’Conner (Paul Walker) é, sem dúvida, uma das estrelas automóveis a entrar no primeiro filme da saga Velocidade Furiosa (The Fast and the Furious, 2001).

20 anos após a estreia do primeiro filme — como o tempo voa…um dos Toyota Supra usados no filme vai agora a leilão pela Barret-Jackson, num evento que irá acontecer entre 17 a 19 de junho em Las Vegas, EUA.

Este Toyota Supra apareceu também na sequela Velocidade mais Furiosa (2 Fast 2 Furious, 2003). Porém, se não se lembram de o ver por lá é porque, no segundo filme, perdeu a sua característica cor laranja — Candy Orange com acabamento pérola, a mesma que a Lamborghini usava no Diablo —, surgindo com uma cor dourada. Após o segundo filme estar concluído, o Supra foi devolvido à especificação original do primeiro filme.

VEJAM TAMBÉM: Após 20 anos de abandono, Toyota Supra de competição vai ser restaurado
Toyota Supra Velocidade Furiosa © Barret-Jackson

Não foi o único Supra nestes trajes a ser usado no filme — um outro Supra tinha sido leiloado em 2015 por 167 mil euros. A unidade agora a leilão foi usada em muitos planos exteriores e interiores, não havendo referência se chegou a ser usada em cenas em que fosse conduzido.

O que foi modificado para o filme?

Todas as modificações efetuadas ao Toyota Supra para o primeiro filme foram levadas a cabo por Eddie Paul, da The Shark Shop em, El Segundo, no estado da Califórnia.

Se a cor laranja permitia vê-lo a um quilómetro de distância, o GT japonês apresentava ainda, por fora, uma figura na lateral conhecida como o “Nuclear Gladiator”. As modificações não se ficaram apenas pela decoração; podemos ver um kit de carroçaria que inclui um spoiler dianteiro e saias laterais da Bomex, um capô da TRD e uma “impossível-de-não-ver” asa bi-plana da APR, tudo rematado com um novo conjunto de jantes M5 de 19″ da Racing Hart.

Toyota Supra Velocidade Furiosa © Barret-Jackson

Lamentamos, desde já, se vamos estilhaçar os sonhos de infância de muitos que estão a ler este artigo, mas ao contrário do que vemos no filme, onde o Toyota Supra de Brian O’Connel parece ter “poder de fogo” suficiente para um pequeno exército, a verdade é que por debaixo do capô este continua a ser um Supra “stock”, ou seja, continua a ter as mesmas especificações do modelo de série.

2JZ-GTE © Barret-Jackson

Não que tenha nada de mal… Afinal trata-se do lendário 2JZ-GTE, o bloco de seis cilindros em linha com 3,0 l de capacidade e sobrealimentado, capaz de debitar 325 cv (especificação norte-americana). Porém, aqui está acoplada à transmissão automática de quatro velocidades (mesmo que o manípulo pareça de uma manual).

Toyota Supra Velocidade Furiosa © Barret-Jackson

Só como nota, o outro Toyota Supra usado no Velocidade Furiosa, leiloado em 2015, chegou a ser conduzido no filme. Curiosamente, apesar de ter visto o seu chassis modificado, contava com o mais modesto 2JZ-GE, a versão atmosférica com 220 cv de potência, mas, por outro lado, estava equipado com a caixa manual de cinco velocidades.

VEJAM TAMBÉM: Supra A80 vs Supra A90, em vídeo. O novo está à altura da LENDA?

Se esse gerou 167 mil euros, por quanto será que este Toyota Supra usado no primeiro capítulo da saga Velocidade Furiosa será leiloado? Não existe preço de reserva e o veículo será acompanhado por um certificado de autenticidade e documentos diversos sobre si.

© Barret-Jackson

Sabe responder a esta?
Qual foi o primeiro carro japonês a conquistar o Campeonato Mundial de Ralis?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

O Toyota que acabou com o domínio europeu no Mundial de Ralis

Mais artigos em Notícias