Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Design

Alfa Romeo GTS. E se o BMW M2 tivesse um rival italiano?

O designer brasileiro Guilherme Araujo esboçou o Alfa Romeo GTS, um "puro sangue" italiano que se apresenta como uma resposta ao BMW M2. Está aprovado?

A Alfa Romeo continua focada em dilatar a sua gama SUV com mais dois modelos: o Tonale e um pequeno crossover que ainda está por confirmar (aparentemente, já tem nome, Brennero). Mas e os desportivos que ajudaram a que a legião de “Alfistas” fosse o que é hoje, onde estão?

É certo que no alinhamento atual da marca de Arese encontramos propostas como o Stelvio Quadrifoglio e o Giulia Quadrifoglio, bem como o Giulia GTAm, que nós já conduzimos. Mas fora isso, não parece haver planos para recuperar coupés e spiders, com muita pena nossa.

No entanto, há quem continue a suspirar por modelos como esses. E para responder a isso, o designer brasileiro Guilherme Araujo — trabalha atualmente na Ford — acaba de criar um coupé que se perfila como um rival de modelos como o BMW M2.

A NÃO PERDER: Jean-Philippe Imparato: “Eu não vendo um iPad com um carro à volta, eu vendo um Alfa Romeo”
Alfa Romeo GTS

Denominado GTS, este Alfa Romeo foi desenhado tendo como ponto de partida a arquitetura de um BMW M2 — motor dianteiro em posição longitudinal e tração traseira —, mas adotou uma aparência retrofuturista bastante diferente dos modelos atuais da fabricante transalpina.

Ainda assim, as linhas elegantes deste modelo — que “vive” naturalmente apenas no mundo digital — são facilmente identificáveis como sendo de um “Alfa”. E tudo começa na frente, que recupera os temas dos coupés Giulia (Serie 105/115) da década de 60.

Ou seja, uma abertura frontal única onde se encontram não só o par de faróis circulares, agora em LED, como scudetto típico da marca de Arese.

A inspiração no passado continua na lateral, que abandona o mais contemporâneo perfil em cunha e recupera as traseiras baixas que eram comuns à época. Também a linha de ombros e guarda-lamas muito musculado fazem recordar os primeiros GTA (derivados dos Giulia da época).

Atrás, a assinatura luminosa rasgada também dá nas vistas, bem como o difusor de ar, talvez a parte mais contemporânea deste imaginado Alfa Romeo GTS.

LEIAM TAMBÉM: Um V6 Busso da Alfa Romeo a “cantar”? Sim, por favor

Para este projeto, que não tem qualquer ligação oficial com a marca italiana, Guilherme Araujo não fez qualquer referência à mecânica que lhe poderia servir de base, mas o motor V6 biturbo de 2,9 litros com 510 cv que equipa o Giulia Quadrifoglio parece-nos uma boa escolha, não acham?

Sabe responder a esta?
Em que ano o Alfa Romeo 156 venceu o troféu Carro do Ano em Portugal?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Alfa Romeo 156. Vencedor do troféu Carro do Ano 1998 em Portugal

Mais artigos em Notícias