Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Hiperdesportivo

O último dos 40 Bugatti Divo produzidos está pronto a ser entregue

O último Bugatti Divo já foi produzido e vai ser entregue a um cliente europeu. Foram feitos 40 exemplares, cada um a custar cinco milhões de euros.

A Bugatti acaba de atingir mais um marco importante da sua história recente, ao terminar a produção do Bugatti Divo, a variante “hardcore” do Chiron, limitada a apenas 40 unidades.

Pronto a ser entregue a um cliente europeu, ainda que a Bugatti não especifique de que país é, o Bugati Divo número “#40” conta com uma decoração denominada “Bugatti EB 110 LM Blue” que nos remete de imediato para o último Bugatti que correu em Le Mans de forma oficial.

Com detalhes em Blue Carbon e Matte Grey Carbon, por cima do French Racing Blue, este Divo conta ainda com jantes com um acabamento dourado, uma combinação de cores e texturas que promete fazer virar muitas cabeças.

A NÃO PERDER: Bugatti Chiron enfrenta Fórmula 1 em drag race épica
Bugatti Divo 3

O primeiro Divo foi mostrado a clientes selecionados do Chiron — em reuniões individuais — na primavera de 2018 e o sucesso foi imediato, apesar de contar com um preço base de cinco milhões de euros, o que fazia dele o modelo mais caro da Bugatti na altura.

O modelo foi tão bem recebido que “os 40 veículos foram vendidos apenas algumas semanas depois da primeira reunião com clientes”, recorda o chefe de Vendas e Operações da Bugatti, Hendrik Malinowski.

Bugatti Divo 2

Porque é tão especial?

A base do Divo é a mesma do Bugatti Chiron, mas as diferenças são muitas, a começar logo no propósito: o Divo nasceu para “ser mais desportivo e ágil em curva, mas sem sacrificar o conforto” — uma espécie de “911 GT3” do Chiron.

LEIAM TAMBÉM: 440 km/h e 3,2 milhões de euros para o novo Bugatti Chiron Super Sport

Para isso, os engenheiros da marca com sede em Molsheim, na Alsácia francesa, fizeram mais de 5000 km de testes dinâmicos para afinar o chassis e a suspensão e “obrigaram” o Divo a fazer uma dieta que lhe permitiu “cortar” 35 kg face ao Chiron.

Bugatti Divo

A somar a isso, e graças a um pacote aerodinâmico mais agressivo, o Divo é capaz de gerar mais 90 kg de força descendente que o Chiron, sendo que a uma velocidade de 380 km/h é capaz de gerar 456 kg de downforce.

A NÃO PERDER: Bugatti levou 19,5 milhões de euros ao Nürburgring. Porquê?

E por falar em velocidade, importa dizer que a velocidade máxima do Bugatti Divo é de “apenas” 380 km/h face aos 420 km/h do Chiron, o que não surpreende se tivermos em conta que foi otimizado para um desempenho superior em curva.

Contudo, o Bugatti Divo continua a recorrer ao mesmo 8.0 W16 de quatro turbos e 1500 cv de potência que encontramos no Chiron.

 

Sabe responder a esta?
Qual a potência máxima do Bugatti Veyron Grand Sport Vitesse?

Mais artigos em Notícias