Apresentação

Rimac Nevera. Este hipercarro elétrico tem 1914 cv e 2360 Nm

Batizado com o nome de uma tempestade, o Rimac Nevera promete ser uma verdadeira "força da natureza". Tudo sobre um dos elétricos mais radicais de sempre.

A espera acabou. Três anos depois da apresentação no Salão de Genebra, ficámos finalmente a conhecer a versão de produção do Rimac C_Two: eis o “todo poderoso” Nevera, um “hiper elétrico” com mais de 1900 cv de potência.

Batizado em homenagem às fortes e repentinas tempestades que ocorrem na costa croata, o Nevera terá uma produção limitada a apenas 150 exemplares, cada um com um preço base de 2 milhões de euros.

A forma geral que já conhecíamos do C_Two foi mantida, mas foram feitas algumas modificações nos difusores, nas entradas de ar e em alguns painéis da carroçaria, o que permitiu melhorar o coeficiente aerodinâmico em 34% por comparação com os primeiros protótipos.

A NÃO PERDER: O futuro da Bugatti pode mesmo passar pela Rimac, mas não como pensávamos
Rimac Nevera

A secção inferior e alguns painéis da carroçaria, tais como o capô, o difusor traseiro e o spoiler, podem mover-se de forma independente de acordo com o fluxo do ar. Desta forma, o Nevera pode assumir dois modos: “high downforce”, que aumenta a força descendente em 326%; e “low drag”, que melhora a eficiência aerodinâmica em 17,5%.

Interior: Hipercarro ou Grand Tourer?

Apesar da imagem agressiva e das prestações impressionantes, a fabricante croata — que conta com uma participação de 24% da Porsche — garante que este Nevera tem tanto de hipercarro focado numa utilização mais desportiva, em pista, como de Grand Tourer ideal para tiradas mais longas.

RELACIONADO: A Rimac destruiu mais dois C_Two em nome da segurança

Para isso, a Rimac centrou grande parte das suas atenções no habitáculo do Nevera, que apesar de ter um desenho muito minimalista, consegue ser muito acolhedor e transmitir uma enorme sensação de qualidade.

Os comandos circulares e os interruptores em alumínio transmitem uma sensação quase analógica, ao mesmo tempo que três ecrãs de alta definição — painel de instrumentos digital, ecrã multimédia central e um ecrã em frente ao banco do “pendura” — nos lembram que esta é uma proposta com tecnologia de ponta.

Graças a isso, é possível aceder a dados de telemetria em tempo real, que depois podem ser descarregados para o smartphone ou para o computador.

LEIAM TAMBÉM: Só há sete exemplares do Rimac Concept_One e um está à venda
Rimac Nevera
Comandos rotativos em alumínio ajudam a criar uma experiência mais analógica.

Chassis monocoque em fibra de carbono

Na base deste Rimac Nevera encontramos um chassis monocoque em fibra de carbono que foi construído para envolver a bateria — em forma de “H”, que foi desenhada de raíz pela marca croata.

Esta integração permitiu aumentar a rigidez estrutural deste monocoque em 37%, sendo que de acordo com a Rimac, esta é a maior estrutura de peça única em fibra de carbono de toda a indústria automóvel.

Rimac Nevera
Estrutura monocoque em fibra de carbono pesa 200 kg.

1914 cv e 547 km de autonomia

O Nevera é “animado” por quatro motores elétricos — um por roda — que produzem uma potência combinada de 1914 cv e 2360 Nm de binário máximo.

A alimentar tudo isto está uma bateria de 120 kWh que permite uma autonomia de até 547 km (ciclo WLTP), um número bastante interessante se tivermos em conta aquilo que este Rimac é capaz de oferecer. A título de exemplo, o Bugatti Chiron tem uma autonomia a rondar os 450 km.

A NÃO PERDER: Bugatti levou 19,5 milhões de euros ao Nürburgring. Porquê?
Rimac Nevera
Velocidade máxima do Rimac Nevera está fixada nos 412 km/h.

412 km/h de velocidade máxima

Tudo em torno deste hipercarro elétrico impressiona e os registos são… absurdos. Não há outra forma de o dizer.

A aceleração dos 0 aos 96 km/h (60 mph) é feita em apenas 1,85s e chegar aos 161 km/h demora só 4,3s. Já o registo dos 0 aos 300 km/h é cumprido em 9,3s e é possível continuar a acelerar até aos 412 km/h.

Equipado com travões carbocerâmicos da Brembo com discos de 390 mm de diâmetro, o Nevera está equipado com um sistema de travagem regenerativa muito evoluído, capaz de dissipar a energia cinética através da fricção dos travões quando a temperatura da bateria se aproxima do seu limite.

LEIAM TAMBÉM: Bugatti Veyron vs Rimac Concept_One: a derradeira «drag-race»
Rimac Nevera

O Nevera prescindiu dos habituais sistemas de controlo de estabilidade e de tração, recorrendo em vez disso ao sistema “All-Wheel Torque Vectoring 2”, que faz cerca de 100 cálculos por segundo de forma a enviar o nível exato de binário para cada roda de forma a garantir a máxima aderência e estabilidade.

Inteligência artificial assume as vezes de um… instrutor!

O Nevera conta com seis modos de condução distintos, entre eles o modo Track, que a partir de 2022 — através de uma atualização remota — poderá ser explorado ao limite até pelos condutores menos experientes, graças ao revolucionário Driving Coach.

Rimac Nevera
Asa traseira pode assumir vários ângulos, criando mais ou menos força descendente.

Este sistema, que tem por base inteligência artificial, recorre a 12 sensores ultrasónicos, 13 câmaras, seis radares e ao sistema operativo Pegasus — desenvolvido pela NVIDIA — de forma a melhorar os tempos por volta e as trajetórias em pista, através de orientação sonora e visual.

RELACIONADO: RS e-tron GT. Testámos o “super elétrico” da Audi com 646 cv

Não haverá dois exemplares iguais…

Tal como referimos acima, a produção do Rimac Nevera está limitada a apenas 150 exemplares, mas a fabricante croata garante que não vão existir dois automóveis iguais.

Rimac Nevera
Cada exemplar do Nevera estará numerado. Só vão ser feitos 150…

A “culpa” é do vasto leque de personalização que a Rimac vai oferecer aos seus clientes, que terão liberdade para criar o hipercarro elétrico dos seus sonhos. Basta pagar…

Sabe responder a esta?
Em que ano começou a ser produzido o Bugatti Veyron?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Bugatti Veyron faz 15 anos. A história que tu (provavelmente) não conheces

Mais artigos em Notícias