Salão de Genebra 2018

Rimac C_Two. Hiperdesportivo elétrico com 1914 cv (!)

O Rimac C_Two apresentado em Genebra é o sucessor do Concept One, anunciando uns fantásticos 1914 cv de potência e uma aceleração dos 0 aos 100km/h em apenas 1,97s!

O Rimac C_Two, apontado como o sucessor natural do modelo de estreia da Rimac, apresentou-se no salão suíço, pronto a deslumbrar o mundo.

O superdesportivo 100% elétrico oriundo dos Balcãs mostrou ser não apenas uma mera evolução do Concept One, mas muito mais do que isso — desde logo e a começar pelo sistema de propulsão, melhorado face ao antecessor, que permite anunciar uma arrasadora potência máxima de 1914 cv e um não menos impressionante binário de 2300 Nm!

Graças a estes atributos, o C_Two diz-se capaz de acelerar dos 0 aos 100 km/h em não mais que 1,97s (!), dos 0 aos 300 km/h em 11,8s, assim como atingir uma velocidade máxima de 412 km/h!

Rimac C_Two

Quatro motores e quatro caixas

Na base destes números verdadeiramente assustadores, estão, segundo o fabricante, quatro motores elétricos com quatro caixas de velocidades — de apenas uma velocidade à frente, de duas atrás —, a garantirem tração integral permanente e vetorização eletrónica de binário.

Também as baterias são novas: de lítio, magnésio e níquel, com uma capacidade de 120 kWh, mais 38 kWh que a do antecessor. E que deverão permitir ao superdesportivo croata garantir autonomias na ordem dos 650 quilómetros, segundo o ciclo NEDC.

RELACIONADO: Rimac fornece mais detalhes sobre o acidente de Richard Hammond

Já no capítulo da aerodinâmica, difusores à frente e atrás, um capot dianteiro com flaps ativos, uma asa traseira e um fundo totalmente liso, contribuem para um Cx (coeficiente aerodinâmico) de apenas 0,28.

Dinamicamente, o Rimac C_Two dispõe de amortecedores eletronicamente ajustáveis e regulação automática da altura ao solo. Finalmente e como sistema de travagem, discos de 390 mm à frente e atrás, com seis pistões cada.

Condução autónoma de Nível 4 garantida

Novidade neste C_Two é também o facto de surgir com capacidades de condução autónoma, graças à disponibilização de oito câmaras (incluindo, uma visão frontal estéreo), um ou dois sistemas LIDAR, seis radares e 12 aparelhos de ultrasons. Equipamentos que, segundo informações divulgadas ainda antes do Salão de Genebra, deverão permitir ao superdesportivo croata oferecer nível 4 de condução autónoma, conseguindo conduzir-se sozinho na maioria dos cenários.

Rimac C_Two: 100 unidades, pelo menos três variantes

Finalmente e ao contrário do que aconteceu com o Rimac Concept One, do qual foram produzidos apenas oito unidades, mais duas para uso promocional em circuito, o construtor croata espera construir bastante mais carros deste novo C_Two. Mais precisamente, cerca de 100 unidades; até porque, ao contrário do antecessor, o novo modelo deverá contar com diferentes variantes, a começar no Coupé. Seguindo-se-lhe, ao que tudo indica, um Roadster e uma última variante, pensada para uso exclusivo em circuito.

Todas estas variantes utilizarão, não só a mesma plataforma e sistema propulsor, como também a mesma configuração interior, com dois lugares.

A NÃO PERDER: Todas as novidades do Salão de Genebra 2018 de A a Z

Subscreve o nosso canal de YouTube, e acompanha os vídeos com as novidades, e o melhor do Salão de Genebra 2018.

Sabes responder a esta?
Qual a redução de peso anunciada pelo novo Jeep Wrangler?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Nova geração do icónico Jeep Wrangler apresentada em Genebra

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos