Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Segurança

Genesis G80 e GV80 já foram postos à prova pelo EuroNCAP e o Citroën C4 também

Prestes a chegar à Europa, os Genesis G80 e GV80 foram, a par do Citroën C4, os protagonistas da mais recente ronda de testes do EuroNCAP.

Com chegada ao mercado europeu (ainda que limitada, para já, a três países) prevista para o verão, os Genesis G80 e GV80, os “novatos na Europa” já foram submetidos aos exigentes testes levados a cabo pelo EuroNCAP tendo sido “acompanhados” pelo já bem conhecido Citroën C4.

Começando pelos dois modelos sul-coreanos, ambos passaram com distinção na prova do EuroNCAP, obtendo as ambicionadas cinco estrelas. Para tal contribuíram as boas performances nas quatro categorias em análise — proteção de adultos, crianças, pedestres e assistência à condução.

No campo da proteção contra impactos laterais o GV80 foi marginalmente superior ao G80 enquanto este se superiorizou ao SUV na proteção de peões (cortesia do capô ativo). Já na proteção de crianças e no campo dos sistemas de assistência ambos obtiveram avaliações muito positivas.

A NÃO PERDER: A partir de 2022 carros novos vão ter de ter limitador de velocidade

O “peso” do equipamento de série

Como sabem, a avaliação do EuroNCAP tem em conta apenas os equipamentos de segurança de série presentes em todas as versões, sem contar para a avaliação os pacotes de equipamentos de segurança opcionais, para garantir um veredito uniforme sobre um modelo — há exceções e quanto testam um pacote de equipamentos opcional, tem uma avaliação em separado, como se tratasse de outro modelo.

Foi este critério que fez com que o novo Citroën C4 (e o ë-C4) apresentasse um resultado de “apenas” quatro estrelas.

É que se nos campos da proteção de adultos e crianças o modelo gaulês não desilude, a ausência de alguns sistemas de ajuda à condução na lista de equipamentos de segurança de série (a deteção de ciclistas pelo sistema de travagem de emergência é uma opção) acabou por prejudicá-lo na avaliação final.

VEJA TAMBÉM: É assim que a Scania testa a segurança dos seus camiões elétricos

E sim, é verdade que, apesar de influenciarem o resultado final nesta avaliação, estes equipamentos ao relacionarem-se com a segurança ativa, têm pouco ou nenhum efeito sobre a segurança passiva, ou seja, a capacidade do automóvel em proteger os ocupantes de uma colisão.

Contudo não deixa de ser verdade que o foco na segurança ativa pode atenuar os efeitos de uma colisão ou mesmo evitá-la na totalidade. A “boa notícia” é que, apesar de não serem oferecidos de série, estes equipamentos podem equipar o Citroën C4.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado o Hyundai S Coupe?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Ainda te lembras dos pequenos coupé dos anos 90?

Mais artigos em Notícias