Venda

Pagaram 168 mil euros por um BMW M5 E39. Loucura ou nem por isso?

Este BMW M5 E39 de 2003 foi vendido por um valor superior ao de um BMW M5 (F90) novo. Será loucura ou apenas um grande investimento?

O BMW M5 é daqueles modelos eternos, capazes de levar algumas pessoas a pagar pequenas fortunas para acrescentar um destes automóveis à sua coleção. Como prova disso mesmo, trazemos-vos um M5 E39 de 2003 que acaba de ser vendido por 199 990 dólares, qualquer coisa como 168 000 euros.

Quando estão envolvidos este tipo de quantias na venda de um BMW M usado, por norma o protagonista é um M3 E30, geralmente mais apetecível para os fãs da marca de Munique. Mas um M5 E39 vendido por estes valores é inédito.

Mas afinal o que levou alguém a pagar quase 200 000 dólares por este “bimmer”? Bem, a resposta é simples: o seu estado e a baixa quilometragem.

A NÃO PERDER: Este é o novo BMW M5 CS. O mais potente BMW de sempre

Em entrevista à Road and Track, Eric Keller, dono do concessionário responsável pela venda deste M5 — Enthusiast Auto Group em Cincinnati, nos EUA —, revelou que o valor deste exemplar reflete a sua escassez, uma vez que a maioria dos proprietários dos M5 E39 originais não os trataram como futuros colecionáveis, pelo que a grande parte dos exemplares têm quilometragens muito elevadas.

De acordo com Keller, este exemplar vendido pela sua empresa soma apenas 5080 km no odómetro, o que faz dele — segundo Keller — o BMW M5 E39 com menor quilometragem da América do Norte.

Só teve um dono

A somar ao facto de somar uma quilometragem tão baixa e de se apresentar num estado imaculado, há outros dois fatores que ajudam a explicar o valor deste modelo: teve apenas um dono desde que saiu da fábrica; e é de 2003, o último ano em que este modelo foi fabricado, pelo que conta com todas as atualizações que a marca de Munique foi introduzindo durante o período de vida do modelo.

VEJAM TAMBÉM: Existe uma BMW M5 Touring com o V12 do McLaren F1

Podia ter sido mais caro…

Sim, leram bem. Não fosse a pintura no tom “Carbon Black”, uma das especificações mais comuns dos 9992 exemplares do M5 E39 que a BMW exportou para a América do Norte, e este modelo podia ter rendido ainda mais.

De acordo com Keller, se este exemplar tivesse uma cor mais rara podia ter sido vendido por 275 000 dólares (cerca de 231 000 euros), o que só confirma a velha máxima de que as coisas valem aquilo que alguém estiver disposto a pagar por elas. E ao que parece, há quem esteja disposto a pagar muito dinheiro por um M5 E39…

Sabe responder a esta?
Qual a potência do BMW M4 Competition (G82)?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Novo BMW M4 Competition (510 cv) testado. O último da espécie?

Mais artigos em Notícias