Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

A caixa do Ares Panther parece manual, mas não é

Além do visual retro inspirado no DeTomaso Pantera, o Ares Panther tem outro "chamariz": uma caixa de velocidades que apesar de parecer manual, não é.

Depois dos escapes falsos, as… caixas manuais falsas. É verdade, até pode parecer que o Ares Panther Progettouno conta com uma caixa manual tradicional, quando vemos no seu interior o manípulo posicionado numa grelha com o clássico “duplo H”, mas a verdade é que não é.

Com um design que homenageia o De Tomaso Pantera, a criação da Ares Design parte da base do Lamborghini Huracán, algo que fica evidente quando olhamos para o seu painel de instrumentos ou para debaixo do capô.

Lá encontramos o mesmo V10 de 5.2 l atmosférico usado no Huracán, garantindo ao Panther Progettouno cerca de 650 cv que lhe permitem alcançar os 100 km/h em 3,1s e atingir uma velocidade máxima superior a 325 km/h.

A NÃO PERDER: O interior deste Lada 2101 prova que os “restomod” valem a pena
Ares Panther
O painel de instrumentos é “típico Lamborghini”, já os acabamentos trazem à memória os superdesportivos do século passado.

A caixa “manual”

Apresentado o motor, é altura de falar acerca da transmissão. À primeira vista, no interior, parece uma tradicional caixa manual, contudo a presença de patilhas atrás do volante — e a ausência de um terceiro pedal — denuncia que esta não é uma caixa tradicional.

Designada “Leva Cambio Manuale Elettroattuata” ou caixa manual eletro-atuada, esta caixa mais não é que a caixa automática de dupla embraiagem de sete velocidades do Huracán, mas com um comando inspirado no passado.

No lugar da primeira velocidade está a posição “P”, no da segunda selecionamos o “N”, nos lugares da terceira e e quarta velocidades aumentamos ou diminuímos a relação de caixa de forma sequencial.

VEJA TAMBÉM: O Nissan 300ZX (Z31) tinha dois indicadores do nível de combustível. Porquê?

Por fim, no lugar da quinta velocidade está o modo “D” da caixa automática e no da sexta relação selecionamos… a marcha atrás.

Com um preço de 349 mil euros (sem impostos e sem contar com o valor do Huracán dador), a questão que se coloca é simples: não era possível procurar uma transmissão manual que pudesse ser aplicada ao Panther ProgettoUno ao invés de imitar uma?

Sabe responder a esta?
Qual era a cilindrada do Mazda 323 GT-R?

Mais artigos em Notícias