Cinema

Corvette Grand Sport usado em Velocidade Furiosa 5 vai a leilão

Uma das três réplicas do Corvette Grand Sport que sobreviveu às gravações do filme "Velocidade Furiosa 5" prepara-se para ir a leilão.

Protagonista de uma das cenas mais eletrizantes (ver vídeo abaixo) do filme “Velocidade Furiosa 5”, o Corvette Grand Sport usado por Vin Diesel (Dominic Toretto) e Paul Walker (Brian O’Conner) no quinto filme da saga prepara-se para ser vendido em leilão.

Este exemplar é, na verdade, uma réplica do raríssimo modelo norte-americano, cuja produção não foi além das cinco unidades, ainda que o plano inicial da General Motors fosse produzir 125.

Pensado e desenvolvido para “bater” a Ford e os Shelby Cobra de competição, o Grand Sport é, ainda hoje, um dos Corvette mais raros e valiosos que o dinheiro pode comprar.

A NÃO PERDER: Os segredos dos Honda Civic EJ1 do filme “Velocidade Furiosa”

Para o filme, a produção de “Velocidade Furiosa 5” optou por uma solução bem mais barata: doze réplicas perfeitas do fascinante modelo, construídas pela Mongoose Motorsports.

Curiosamente, esta empresa com sede em Ohio, nos EUA, está licenciada pela General Motors para poder construir réplicas do Corvette Grand Sport, que são vendidas por aproximadamente 72 000 euros, sem motor e sem transmissão.

Agora, uma das três réplicas que sobreviveu às gravações do filme — e a que está em melhores condições das três… — será leiloada online entre os dias 14 e 21 de abril pela leiloeira Volocars, que estima um valor de venda a rondar os 85 000 euros.

VEJA TAMBÉM: Velocidade Furiosa. Dodge Charger 1969 de Dominic Toretto era FALSO

“American Power”

Para construir esta réplica do Corvette Grand Sport a Mongoose Motorsports recorreu à plataforma de um Corvette de quarta geração, mas deu-lhe um motor V8 de 5,7 litros da GM Performance, capaz de debitar 380 cv de potência.

Toda esta potência era envidada em exclusivo às rodas traseiras através de uma caixa automática.

De acordo com a leiloeira, a única diferença visual para o modelo original da década de 1960 são as jantes de 17” da PS Engineering. Tudo o resto foi detalhado até ao mais ínfimo detalhe, o que ajuda a explicar a atenção que este “Vette” tem estado a atrair, antes mesmo do início do leilão.

Sabe responder a esta?
Quanto tempo demorava a Audi RS2 a cumprir os 0-100 km/h?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

As carrinhas desportivas mais radicais de sempre: Audi RS2

Mais artigos em Notícias