Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Transformação

Saudades do Porsche 911 Safari? Vejam só o que a Singer criou

Chama-se ACS (All-terrain Competition Study) e é a interpretação moderna por parte da Singer do icónico Porsche 911 Safari.

Num ano em que o saudoso Porsche 953 voltou ao Rali Dakar na categoria Dakar Classic, a famosa preparadora Singer lançou mãos à obra e criou uma interpretação moderna do 911 Safari que serviu de base ao 953.

Nitidamente inspirado nos bem sucedidos Porsche 953 e 959 que venceram o Dakar na década de 80 do século XX, este ACS (All-terrain Competition Study) como a Singer lhe chama é tudo menos discreto.

Para começar, temos uma elevada altura ao solo, jantes de 16” com pneus da BF Goodrich pensados para todo o terreno e umas vistosas proteções laterais com o nome “Porsche” inscrito (numa referência aos decalques usados pelos carros de competição).

VÊ TAMBÉM: C88. Fica a conhecer o “Dacia Logan” da Porsche para a China
Singer ACS

A traseira com o spoiler integrado é uma clara referência ao 959 que correu no Dakar e para reduzir a quantidade de terra, lama ou água projetadas para a carroçaria o Singer ACS adota uma interessante solução que consiste no prolongamento dos guarda lamas, formando desta forma uma espécie de “pala” como as usadas pelos carros de competição.

Interior despido e um motor potente

Quanto ao interior, o foco na redução de peso e o facto de este Singer ACS ser praticamente um veículo de competição traduziram-se na troca dos luxos por um visual muito mais focado na eficácia.

Desta forma, além dos bancos de competição temos uma vistosa roll cage, um volante de três raios repleto de botões que permitem controlar as mais diversas funções e, à frente do passageiro, um enorme ecrã que permite ao copiloto ocupar-se com as tarefas de navegação.

Singer ACS
No total a Singer vai, para já, produzir duas unidades do ACS. Uma mais apta a andar em asfalto e outra pensada para o todo o terreno.
VÊ TAMBÉM: Conhece o «super» Citroën 2CV que alinhou do Lisboa-Dakar

Quanto à mecânica, esta consiste num flat-six biturbo com 3.6 l de capacidade, refrigerado a ar, que debita 457 cv de potência que são enviados às quatro rodas por intermédio de uma caixa sequencial de cinco velocidades.

Feito à medida a pedido de um cliente, o Singer ACS não é um one-off. Para começar, o mesmo cliente que encomendou este exemplar encomendou um outro, mas otimizado para o asfalto. Além disso, este cliente mistério deu autorização à famosa preparadora norte-americana para produzir exemplares idênticos ao seu caso surgissem interessados.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado o primeiro Porsche 911 GT3?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Glórias do Passado. Porsche 911 GT3, o alvo a abater

Mais artigos em Notícias