Restauro

Como novo. Este 911 S Targa foi restaurado de “fio a pavio” pela Porsche

Nascido em 1967, este Porsche 911 S Targa voltou "às mãos dos seus criadores" para ser restaurado. O resultado final desse processo está agora à vista.

O estado imaculado no qual este Porsche 911 S Targa se apresenta bem podia ser o resultado do trabalho dos nossos “vizinhos” da Sportclasse, mas a verdade é que neste caso o restauro esteve a cargo do programa Factory Restoration da Porsche Classic.

Num esforço que se prolongou por três anos, e no qual cerca de 1000 horas de trabalho foram “gastas” apenas na carroçaria, este 911 S Targa de 1967, um dos primeiros exemplares do modelo, acabou por ser restituído à sua condição original, tal como o seu dono havia requisitado à Porsche Classic.

Ao longo deste processo um dos principais desafios foi, como é habitual, encontrar peças originais. A capota, por exemplo, foi feita de raiz de acordo com as especificações originais. Já o motor, um seis cilindros boxer com 2.0 l, 160 cv e 179 Nm, foi totalmente restaurado, com a maior dificuldade a surgir na hora de encontrar alguns componentes em borracha.

VÊ TAMBÉM: O desporto motorizado continua a fazer sentido. A Porsche é a prova disso mesmo
Porsche 911 S Targa

Um exemplar raro

Este Porsche 911 S Targa é um modelo relativamente raro na história da marca alemã, mas apesar desse estatuto, acabou por passar largos anos negligenciado — entre 1977 e 2016 esteve parado numa garagem coberto apenas por uma proteção plástica.

O que faz deste 911 Targa uma unidade relativamente rara é que é uma das 925 unidades produzidas com o motor de 2.0 l da variante “S”, distância entre eixos mais curta e um vidro traseiro em plástico em vez de vidro.

VÊ TAMBÉM: Porsche clássicos com info-entretenimento moderno? Já é possível

Produzido em 1967 este é, segundo a Porsche, o primeiro 911 S Targa entregue na Alemanha, tendo chegado ao stand da marca em Dortmund a 24 de janeiro de 1967. Usado como unidade de demonstração do stand entre 1967 e 1969, este 911 S Targa “emigrou” para os EUA após esse período, onde foi usado até 1977, ano em que foi estacionado e nunca mais usado durante quase 40 anos.

A aumentar a exclusividade desta unidade encontra-se o facto de esta estar recheada de equipamentos opcionais à época. Entre estes contam-se os bancos em cabedal, luzes de nevoeiro em halogéneo, um termómetro, um aquecedor auxiliar da Webasto e, claro está, um rádio da época, mais precisamente um Blaupunkt Koln.

Agora que foi totalmente restaurado, este Porsche 911 S Targa prepara-se para regressar às estradas, deixando um espaço vago nas instalações da Porsche Classic para que esta se possa dedicar a restaurar mais um pedaço de história da marca de Estugarda.

Sabes responder a esta?
Qual é a potência do Jaguar F-Pace SVR?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Jaguar F-Pace SVR foi renovado. Ficou ainda mais rápido

Mais artigos em Notícias