Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Antevisão

Oficial. O sucessor do Lamborghini Aventador vai manter o V12 atmosférico

Apesar de manter o V12 atmosférico, o sucessor do Lamborghini Aventador também eletrificar-se-á. A confirmação foi feita pelo diretor técnico da marca.

Numa altura em que o futuro da Lamborghini tem sido muitas vezes discutido, uma coisa parece certa na marca de Sant’Agata Bolognese: os V12 atmosféricos são para manter e o sucessor do Lamborghini Aventador vai continuar a recorrer a este tipo de motorização.

A confirmação foi feita por Maurizio Reggiani, diretor técnico da marca italiana, em declarações à Car and Driver e vem desta forma assegurar que a Lamborghini se vai manter (pelo menos mais uns anos) fiel às suas raízes.

Ainda assim, numa espécie de sinal dos tempos, o V12 atmosférico que fará parte do sucessor do Lamborghini Aventador não “virá sozinho”, sendo acompanhado por um sistema híbrido, algo que já vimos acontecer no novo Lamborghini Sián.

VÊ TAMBÉM: Ferruccio vs Enzo: as origens da Lamborghini
Lamborghini Aventador S

O objetivo passa, claro está, pela obrigatória redução de emissões e consumos, com Reggiani a acrescentar ainda que a eletrificação permitirá compensar alguns dos “pontos fracos” dos motores atmosféricos.

O último dos moicanos?

Para já, ainda pouco se sabe acerca do sucessor do Lamborghini Aventador, ainda assim, Reggiani  já “levantou um pouco o véu” sobre o superdesportivo que a marca italiana pretende lançar no próximo ano.

Desta forma, o diretor técnico da marca italiana sugeriu que o motor elétrico poderá surgir no eixo dianteiro, afirmando “se tivermos a possibilidade de contar com um eixo dianteiro com vetorização de binário podemos fazer algo verdadeiramente excecional no campo da dinâmica”.

Fica também por determinar se o novo superdesportivo recorrerá ou a uma bateria ou a supercondensadores — como acontece no Sián — para dar energia ao motor elétrico.

Lamborghini Aventador S
O motor V12 equipará o sucessor do Aventador. No entanto, vai eletrificar-se.

A confirmação de que o sucessor do Aventador continuará a apostar no V12, fará com que a Lamborghini possa tornar-se na última marca do Grupo Volkswagen a contar com motores de 12 cilindros. Afinal de contas, a Bentley já anunciou que vai abandonar o W12, planeando tornar-se 100% elétrica em 2030.

Fonte: Car and Driver.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançado o protótipo Porsche C88?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

C88. Fica a conhecer o “Dacia Logan” da Porsche para a China

Mais artigos em Notícias