Apresentação

Depois do elétrico, fica a conhecer os Opel Mokka a combustão e o GS Line

O novo Opel Mokka deixa-se agora ver nas vestimentas mais desportivas da versão GS Line, e dá-nos a conhecer as variantes com motores térmicos.

Capaz de percorrer até 322 km de autonomia com uma só carga da bateria de 50 kWh, o Mokka-e foi talvez a melhor forma de apresentar o reinventado Opel Mokka, que nesta segunda geração perde o X, estreia a próxima linguagem de design da Opel, e apresenta-se mais compacto por fora, mas não mais acanhado por dentro.

Altura de conhecer os outros Mokka, os que serão movidos por motores de combustão e também conhecer o Mokka GS Line, a linha de equipamento mais desportiva.

Previsivelmente, recorrendo o Opel Mokka à CMP, a plataforma multi-energias do Groupe PSA (ao qual a Opel pertence), a mesma do Peugeot 2008, seria de esperar que também “herdasse” as mesmas mecânicas térmicas.

VÊ TAMBÉM: Esquece o antigo. Este é o novo Opel Mokka
Opel Mokka GS Line e Opel e-Mokka
Opel Mokka GS Line e Opel e-Mokka

Os motores de combustão

Assim, a gama Mokka com motores de combustão divide-se em duas unidades, uma a gasolina e outra a gasóleo.

A gasolina temos o tri-cilíndrico de 1,2 l de capacidade, turbo, com dois patamares de potência, 100 cv e 130 cv. A gasóleo temos o tetra-cilíndrico de 1,5 l de capacidade, com 110 cv. Todos eles estão disponíveis com caixas manuais de seis velocidades, mas a automática de oito velocidades (EAT8) está reservada apenas para o 1.2 Turbo de 130 cv.

Opel Mokka GS Line

O mais potente Opel Mokka 1.2 Turbo de 130 cv, quando equipado com caixa manual, já permite prestações interessantes, como os 9,2s nos 0 aos 100 km/h o demonstram, sendo capaz de atingir uma velocidade máxima de 202 km/h. Já o 1.2 Turbo de 100 cv, precisa de 11s para a mesma medição, enquanto a velocidade máxima desce para os 182 km/h.

Resumo das motorizações disponíveis:

Motores 1.2 Turbo 1.2 Turbo 1.2 Turbo 1.5 Diesel
Potência 100 cv às 5000 rpm 130 cv às 5500 rpm 130 cv às 5500 rpm  110 cv às 3500 rpm
Binário 205 Nm às 1750 rpm 230 Nm às 1750 rpm 230 Nm às 1750 rpm 250 Nm às 1750 rpm
Transmissão Man. 6 vel. Man. 6 vel. Auto. 8 vel. Man. 6 vel.

Opel Mokka GS Line

VÊ TAMBÉM: Todos os preços do renovado Opel Insignia para Portugal

Opel Mokka GS Line

Juntamente com o anúncio dos novos Opel Mokka com motores térmicos, foi também revelada a versão GS Line, a linha de equipamento de aparência mais desportiva.

Opel Mokka GS Line

Como as imagens deixam ver, os Opel Mokka GS Line distinguem-se por um friso vermelho que acompanha a linha de tejadilho, carroçaria bicolor — tejadilho e capô em preto —, e também com acabamentos em preto ou preto brilhante, temos as jantes em liga leve específicas, a frente Vizor e os elementos decorativos e emblemas exteriores (deixam de ser cromados). No interior, destaque para o tecido específico dos bancos dianteiros e inserções a vermelho no tabliê.

Como vimos no Mokka-e, também os Mokka a combustão podem ser equipados com equipamentos tecnológicos como o Programador de Velocidade Avançado, o sistema de Posicionamento Ativo na Faixa de Rodagem, ou os faróis IntelliLux de matriz de LED. De série, todos os novos Opel Mokka vêm com óticas LED, tanto à frente como atrás, travão de estacionamento elétrico e reconhecimento de sinais de trânsito.

Opel Mokka GS Line

As encomendas no novo Opel Mokka abrem no final deste verão, estando prevista a chegada das primeiras unidades a Portugal no início de 2021. Ainda não existem preços anunciados para o mercado português.

 

Mais artigos em Notícias