Antevisão

Objetivo: eletrificar tudo. Próximos BMW X1 e Série 5 vão ter versões 100% elétricas

A BMW quer reduzir a média de emissões da sua gama e por isso mesmo planeia lançar uma versão elétrica dos próximos BMW X1 e Série 5.

Apostada em reduzir as emissões por veículo em, pelo menos, 1/3 até 2030, a BMW tem em marcha um ambicioso plano de eletrificação que inclui o lançamento de 25 modelos eletrificados até 2023. Posto isto, a confirmação de que o BMW X1 e Série 5 vão contar com uma versão elétrica surge sem grande surpresa.

De acordo com a marca bávara, esta variante 100% elétrica deverá juntar-se às versões a gasolina, Diesel e híbridas plug-in que continuarão a constituir a gama dos dois modelos. O primeiro modelo da BMW a contar com quatro tipos diferentes de motorização será o novo Série 7, cujo lançamento está previsto para 2022.

Para já, ainda pouco se sabe acerca da variante elétrica dos novos BMW X1 e Série 5. Ainda assim, é provável que estes venham a recorrer à “mecânica” do novo iX3, ou seja, um motor com 286 cv (210 kW) e 400 Nm alimentado por uma bateria de 80 kWh de capacidade.

VÊ TAMBÉM: BMW Série 2 Gran Coupé 220d (F44). Melhor que o Mercedes-Benz CLA?

Quando chegarem ao mercado, as variantes 100% elétricas dos BMW X1 e Série 5 terão a “companhia” na gama da BMW de modelos como o iX3, o iNext e o i4, todos eles modelos exclusivamente elétricos.

Um plano em todas as frentes

Segundo o CEO da BMW, Oliver Zipse, a ambição da marca alemã passa por “liderar no campo da sustentabilidade”. Segundo Zipse, esta nova direção estratégica vai “estar ancorada em todas as divisões — desde a administração e compras, desenvolvimento e produção até às vendas”.

Segundo a Autocar, para além de pretender lançar mais modelos eletrificados, a marca bávara planeia ainda reduzir as emissões de carbono das suas unidades fabris em 80% por carro produzido.

Como que a provar o compromisso assumido com a sustentabilidade, Oliver Zipse afirmou: “Não estamos apenas a fazer declarações abstratas — desenvolvemos um plano detalhado de dez anos com metas intermediárias anuais para o período até 2030 (…) relataremos o nosso progresso todos os anos (…) os prémios do Conselho de Administração e gerência executiva também estarão vinculados a estes resultados”.

Fontes: Autocar e CarScoops.

Sabes responder a esta?
Qual era a potência do BMW 333i (E30)?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

BMW 333i (E30). O «primo do M3» que pouca gente conhece

Mais artigos em Notícias