Apresentação

E é isto. Este Ford Mustang Mach-E 1400 tem sete motores e 1419 cv

A Ford Performance e a RTR Vehicles uniram esforços e criaram o Ford Mustang Mach-E 1400. O objetivo? Revelar o potencial dos modelos elétricos.

A Ford está apostada em combater os preconceitos associados aos automóveis elétricos e para o fazer uniu-se à RTR Vehicles para criar um protótipo capaz de revelar o potencial de performance deste tipo de modelos. O resultado final foi, precisamente, o Ford Mustang Mach-E 1400 de que te falamos hoje.

No total, o Mustang Mach-E 1400 conta com sete (!) motores elétricos: três montados no diferencial dianteiro e quatro no diferencial traseiro. O resultado final são uns impressionantes 1419 cv.

A alimentar os sete motores encontra-se uma bateria de iões de lítio composta por células de níquel, manganês e cobalto com 56,8 kWh de capacidade. Ainda no campo dos números, o Ford Mustang Mach-E 1400 conta com mais de 1000 kg de downforce e alcança os 257 km/h de velocidade máxima.

VÊ TAMBÉM: Os pneus Goodyear do Ford Bronco vão ter o nome escondido. Sabes porquê?
Ford Mustang Mach-E 1400

“Pau para toda a obra”

Desenvolvido com base na plataforma do Mustang Mach-E de série e com a mecânica já usada no Mustang Cobra Jet 1400, este protótipo pode contar com diversos layouts (tração traseira, dianteira ou integral), razão pela qual parece tão à vontade a fazer drift como numa oval de NASCAR.

Por falar nisto, foi precisamente essa a ideia que a Ford quis passar com o vídeo no qual apresenta o Mustang Mach-E 1400, opondo-o a vários Mustang usados nas mais diversas áreas do desporto automóvel (desde o drift com Ken Block até às drag race).

VÊ TAMBÉM: Testámos o Ford Fiesta Active. Será capaz de agradar a gregos e a troianos?

Consoante é usado em drift ou pista, o Ford Mustang Mach-E 1400 vê assim a sua suspensão e sistema de direção serem completamente alterados. Por fim, a Ford afirma ainda que o seu mais recente protótipo conta com travões Brembo como o Mustang GT4 de competição e um travão de mão hidráulico especialmente pensado para o drift.

Usado ainda como “cobaia” para o uso de novos materiais (o capot é feito de fibras orgânicas compósitas) o Mustang Mach-E 1400 deverá aparecer numa prova de NASCAR brevemente.

Sabes responder a esta?
Em que ano foi lançado o Ford Escort RS Cosworth?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

A radical asa traseira (de origem) que o Ford Escort RS Cosworth não teve

Mais artigos em Notícias