Antevisão

MEB da Volkswagen também para o Fisker Ocean? Parece que sim

Segundo um tweet do CEO da Fisker, o novo Fisker Ocean deverá recorrer à MEB. Agora falta a Volkswagen e a própria Fisker confirmarem a notícia.

Há muito aguardado (e anunciado), o Fisker Ocean parece mais próximo de se tornar realidade e, ao que parece, vai recorrer à plataforma elétrica “da moda”, a famosa MEB do Grupo Volkswagen.

A confirmação foi feita por Henrik Fisker, CEO da Fisker (não, não é a mesma “Fisker” que criou o Karma), através daquele que parece ser o meio preferido dos CEO de marcas elétricas revelarem novidades: o Twitter.

Para além desta revelação, Henrik Fisker adiantou ainda que o SUV elétrico da marca deverá custar 37 499 dólares nos EUA (cerca de 32 mil euros) que poderão descer para os 29 999 dólares (aproximadamente 25 500 euros) graças aos apoios federais à compra de carros elétricos.

VÊ TAMBÉM: ID.1. Sucessor do Volkswagen e-up! deverá entrar em produção em 2025
Fisker Ocean

É oficial?

O único senão desta revelação feita pelo CEO da Fisker é o facto de, pelo menos para já, nem a Volkswagen nem a própria Fisker confirmarem oficialmente aquilo que ele disse.

Da parte da Volkswagen, o porta-voz Mark Gillies afirmou à Car and Driver: “Disponibilizámos a plataforma MEB a terceiros e estamos em negociações com vários parceiros, no entanto, ainda é cedo para fornecer quaisquer detalhes”, ou seja, uma espécie de “nim”.

Já a Fisker enviou um comunicado à Car and Driver onde se lê: “Infelizmente, de momento não podemos comentar nenhuma potencial parceria”.

Curiosamente, esta não é a primeira vez que a possibilidade de o Fisker Ocean vir a recorrer à MEB é levantada, tendo havido já referências a possíveis negociações com o Grupo Volkswagen, afirmando que estas permitiriam “reduzir drasticamente os custos de desenvolvimento”.

Verdade seja dita, caso o Fisker Ocean venha mesmo a ser desenvolvido com base na MEB e recorra às motorizações elétricas e baterias do Grupo Volkswagen a Fisker não só conseguirá poupar muitos milhões em desenvolvimento como verá o seu SUV chegar ao mercado bem mais cedo.

Posto isto, resta apenas esperar para confirmar se a Fisker se juntará à Ford no lote de marcas não pertencentes ao Grupo Volkswagen que vão usar a ambicionada plataforma.

Fonte: Car and Driver.

Sabes responder a esta?
Qual é a potência do Mercedes-AMG GT Black Series?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

O Mercedes-AMG GT Black Series já tem preços… para a Alemanha

Mais artigos em Notícias