Design

Fiat Coupé Tribute. Re-imaginar o Fiat Coupé para o séc. XXI

Já passaram 20 anos desde que o último Fiat Coupé saiu da linha de produção. Será que haveria espaço para um novo Fiat Coupé nos dias de hoje?

Apesar da longa e distinta linhagem de coupés na sua centenária história, o que é certo é que desde o ano 2000, o ano que o Fiat Coupé deixou de ser produzido, que não existe um coupé no catálogo da marca italiana.

E provavelmente não deverá haver nenhum também no futuro. No entanto, há quem ainda se recorde do último coupé da Fiat, e também quem imagine como poderia ser um novo Fiat Coupé.

Mas como seria esse novo coupé? O design do Coupé lançado em 1993 foi definido, em larga parte, por Chris Bangle — que iria para a BMW como chefe de design em 1992 —, e ainda hoje permanece tão radical, atual e (também) pouco consensual como no dia que foi lançado.

A NÃO PERDER: Lembras-te deste? Fiat Coupé 2.0 20v Turbo, o fim da linhagem
Fiat Coupe

Caso fosse hoje lançado (e não seriam necessárias grandes alterações ao desenho original), certamente marcaria de igual forma como marcou em 1993, pois não “encaixa” em modas ou estilos — “vive” num mundo à parte, só seu.

Gaspare Conticelli, designer profissional, faz aqui o devido reconhecimento ao último dos coupés na Fiat, elaborando um redesign ao emblemático modelo denominado, apropriadamente, de Fiat Coupé Tribute. Mantendo os principais volumes e características estilísticas do Coupé original, vemos vários elementos atualizados, como os vários tipos de óticas serem agora em LED.

O seu Coupé Tribute aparenta ser mais “musculado”, evidenciado pelas rodas de grande dimensão e ombros mais largos. O desenho é igualmente mais agressivo, consequência de elementos aerodinâmicos mais proeminentes como um expressivo spoiler dianteiro e o duplo difusor traseiro.

Ficou a faltar apenas uma proposta para o interior deste tributo — o interior do Fiat Coupé, tal como o exterior, era bastante original. Desenhado por Pininfarina, era definido por uma faixa horizontal de cor idêntica à da carroçaria, a toda a largura do tablier, que se prolongava pelas portas.

O que achas? Deixa a tua opinião na caixa de comentários.


A equipa da Razão Automóvel continuará online, 24 horas por dia, durante o surto de COVID-19. Segue as recomendações da Direção-Geral de Saúde, evita deslocações desnecessárias. Juntos vamos conseguir ultrapassar esta fase difícil.

Sabes responder a esta?
Qual o peso do Abarth 695 Biposto?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Piloto por um dia ao volante do Abarth 695 Biposto

Mais artigos em Notícias