Apresentação

Ford mantém aposta nos monovolumes e hibridiza S-Max e Galaxy

Depois de terem sido renovados, os monovolumes da Ford vão também ser eletrificados. Fica a conhecer os Ford S-Max Hybrid e Galaxy Hybrid.

Depois de terem sido renovados há escassos meses, os Ford S-Max e Galaxy vão agora integrar a “ofensiva eletrificada” da Ford, com os dois monovolumes a receberem uma versão híbrida: os Ford S-Max Hybrid e Galaxy Hybrid.

Os dois monovolumes que restam do portefólio da marca norte-americana “casam” um motor a gasolina com 2.5 l de capacidade (e que trabalha no ciclo Atkinson) com um motor elétrico, um gerador e uma bateria de iões de lítio refrigerada a água.

O sistema híbrido usado pelos Ford S-Max Hybrid e Galaxy Hybrid é semelhante ao do Kuga Hybrid e, segundo a Ford, deverá debitar 200 CV e 210 Nm de binário. Já as emissões de CO2 dos dois monovolumes deverão ficar-se pelas 140 g/km (WLTP) e, apesar do sistema híbrido, nenhum deles verá o espaço habitável ou a capacidade da bagageira afetados.

VÊ TAMBÉM: Já conduzimos o Ford Puma 1.0 EcoBoost de 155 cv e temos todos os preços
Ford S-Max

Um investimento avultado

Com chegada prevista para o início de 2021, os Ford S-Max Hybrid e Galaxy Hybrid vão ser produzidos em Valência onde já são produzidos os Mondeo Hybrid e Mondeo Hybrid Wagon.

Para assegurar que a unidade fabril espanhola consegue fazer face às exigências, a Ford investiu lá um total de 42 milhões de euros. Assim sendo, não só criou uma linha de produção para os Ford S-Max Hybrid e Galaxy Hybrid como desenvolveu construiu uma linha de produção para as baterias usadas pelos seus modelos híbridos.

VÊ TAMBÉM: Mustang Mach-E e Transit vão ter mais em comum do que apenas serem Ford
Ford Galaxy

Caso não te recordes, 2020 apresenta-se como um ano estratégico para a Ford, com a marca norte-americana a apostar forte na eletrificação, tendo previsto o lançamento de 14 modelos electrificados até ao final do ano.

Sabes responder a esta?
Quando é que surgiu o primeiro Ford Mustang Shelby GT500?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Guiámos o Ford Mustang Shelby GT500, uma “fera” com 760 cv

Mais artigos em Notícias