Preços

Quanto custam os novos S6, S6 Avant e S7 Sportback… Diesel?

Perderam o V8, passaram a ser Diesel e ainda semi-híbridos. Os novos Audi S6, S6 Avant e S7 Sportback não podiam ser mais diferentes e já estão à venda em Portugal.

Mudam-se os tempos, mudam-se as… mecânicas. É o que parece, olhando para esta nova geração de Audi S6S6 Avant e S7 Sportback. Por baixo do capot deixou de residir um 4.0 V8 TFSI de 450 cv, passando a encontrar-se um 3.0 V6 TDI de 349 cv — menos 1000 cm3, dois cilindros e 101 cv. Por outro lado, o binário cresceu em… 150 Nm, atingindo uns “gordos” 700 Nm.

Previsivelmente, a principal razão por detrás desta radical mudança reside na batalha pela redução das emissões de CO2, tema incontornável para 2020-21.

Os números são claros. Comparando as emissões de CO2 do V8 TFSI com as do V6 TDI vemos uma redução de 50 g/km — 214 g/km contra 164 g/km no caso do S6 berlina. Como nota, estes valores são NEDC, pois o V8 TFSI nunca foi homologado para o mais exigente WLTP.

Audi S6, Audi S7 Sportback, Audi S6 Avant
VÊ TAMBÉM: Audi SQ8 apresentado em Frankfurt com um V8 Diesel

TDI eletrificado

Uma das razões que permitiu que o bloco V6 TDI (190 kg) alcançasse uma potência específica de 117,9 cv/l e um binário específico de 235,9 Nm/l é o recurso a um sistema mild-hybrid de 48 V.

Assim equipado, permitiu adicionar um compressor elétrico e não mecânico (ligado à cambota), instalado na admissão, e acionado via o motor-gerador do sistema mild-hybrid. Desta forma, permite criar o “boost” necessário sem ter de esperar pelo enchimento devido dos turbocompressores, que podem crescer em tamanho e oferecer mais pressão.

As funcionalidades do sistema mild-hybrid não se ficam por aqui. Além de contribuir para uma poupança de combustível de até 0,4 l/100 km, permite também andar em “roda livre” até 40s com o motor de combustão desligado; além de que o sistema start-stop pode funcionar mesmo com o veículo em movimento, até uma velocidade máxima de 22 km/h.

Quanto a consumos e emissões, agora em WLTP, estes são de 7,8 l/100 km (S6 berlina) e 7,9 l/100 km (S6 Avant e S7 Sportback), e 203 g/km e 206 g/km, respetivamente.

Dinâmica apurada

A servir de passo intermédio entre os A6 e A7 “normais”, e os poderosos RS6 Avant e RS7 Sportback, os Audi S6, S6 Avant e S7 Sportback vêm também munidos de um majorado arsenal dinâmico.

VÊ TAMBÉM: Performance em dose dupla. Audi revela os RS Q3 e RS Q3 Sportback

A força produzida pelo motor TDI é transmitida às “quattro” rodas via uma caixa automática de oito velocidades (Tiptronic), contando com um diferencial autoblocante central de série, que distribui a força pelos eixos na proporção 60:40.

De série vem equipado com suspensão desportiva S adaptativa, mas opcionalmente pode receber uma suspensão pneumática de amortecimento adaptativo, mais orientada para o conforto.

A direção progressiva é de série, mas opcionalmente pode receber um eixo traseiro direcional com controlo dinâmico de direção. Ainda no campo das opções podemos contar com um diferencial traseiro desportivo, assim como um sistema de travagem em cerâmica.

Este é mais leve em 9 kg que o sistema de travagem regular (discos em aço), reduzindo de forma expressiva as massas não suspensas.

Em ambos os sistemas, os discos dianteiros são de tamanho XL, ao atingir os 400 mm de diâmetro, enquanto os traseiros atingem 350 mm quando em aço, e 370 mm quando em cerâmica. As maxilas de travão são em alumínio, são pretas de série ou opcionalmente vermelhas, sempre com o logotipo S, e possuem seis êmbolos. De série, vem ainda com jantes de 20″ — pneus 255/40 —, mas opcionalmente, podem ser de 21″.

Performance

São menos 100 cv, pelo que é natural que os novos Audi S6, S6 Avant e S7 Sportback equipados com o 3.0 V6 TDI não consigam igualar o patamar de prestações dos predecessores equipados com o V8 TFSI.

Mesmo assim, apesar deste trio de modelos “S” ficar a norte dos 2000 kg, as prestações estão num muito bom patamar. Os 100 km/h são atingidos em 5,0s e 5,1s (S6 Avant e S7 Sportback) e a velocidade máxima é limitada eletronicamente a 250 km/h.

Quanto custa?

Naturalmente os Audi S6, S6 Avant e S7 Sportback vêm equipados com os mais recentes sistemas de assistência à condução no mercado, estando munidos com radar, sensores de ultrassons e câmaras 360º.

Audi S6, Audi S7 Sportback, Audi S6 Avant
Audi S6 Sedan TDI em Navarra blue, Audi S7 Sportback TDI em Glacier white e Audi S6 Avant TDI em Tango red

Já vimos as vantagens de recorrer ao 3.0 V6 TDI ao invés do 4.0 V8 TFSI no que toca a emissões de CO2. Pelo menos em Portugal as vantagens não se ficam por aí, porque o motor é também ele mais pequeno, permitindo um valor de ISV mais “simpático”. O resultado é um preço reduzido em mais de duas dezenas de milhares de euros relativamente aos anteriores V8 TFSI — não que passem a ser, agora, acessíveis… 

O Audi S6 Limousine começa nos 109 010 euros, a Audi S6 Avant nos 111 920 euros e, por fim, o Audi S7 Sportback está disponível a partir dos 116 510 euros.

Sabes responder a esta?
Qual destes motores quase chegou a equipar a primeira geração do Audi R8?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

O dia em que a Audi fez um superdesportivo Diesel

Mais artigos em Notícias