Antevisão

GTI elétricos da Volkswagen não se vão chamar GTI

Já conhecemos os GTI, GTD e GTE da Volkswagen. Agora, dêem as boas vindas aos GTX, a sigla que passará a identificar as versões desportivas dos seus elétricos.

Enquanto a Peugeot continua à procura da melhor designação para os seus desportivos eletrificados (o que sabemos é que não deverão ser GTI), a Volkswagen já sabe como vai designar as futuras versões desportivas dos seus modelos elétricos: GTX.

Depois das siglas GTI (usada nos modelos a gasolina), GTD (destinada às versões “apimentadas” com motor Diesel) e GTE (referente aos modelos híbridos plug-in), chega assim uma nova sigla à gama da marca alemã.

A notícia foi avançada pela britânica Autocar que acrescenta ainda que o “X” presente na sigla poderá significar que os Volkswagen elétricos mais desportivos terão tração integral.

VÊ TAMBÉM: Volkswagen Golf GTI TCR em vídeo. O melhor GTI de sempre?
Volkswagen ID.3
A versão mais desportiva do ID.3 deverá receber a sigla GTX.

Desportivos na performance e estilo

Tal como acontece com os GTI, GTD e GTE, os Volkswagen elétricos que contarem com a sigla GTX vão receber detalhes estéticos específicos e, como é óbvio, deverão também contar com mais potência.

Apesar de não se saber quando é que o primeiro Volkswagen a recorrer à sigla GTX deverá chegar ao mercado, a Autocar avança que este deverá ser um crossover derivado do protótipo ID. Crozz (cujo nome oficial poderá vir a ser ID.4).

Curiosamente, a sigla GTX já tem alguma história na Volkswagen, tendo sido usada para designar uma versão do Jetta em alguns mercados. Ao mesmo tempo, esta sigla foi também usada para designar um modelo da norte-americana Plymouth.

VÊ TAMBÉM: ID.3. O início de uma nova era para a Volkswagen (vídeo)
Plymouth GTX
A designação GTX foi usada durante alguns anos pela Plymouth — um pouco diferente dos GTX elétricos que vamos ter por parte da Volkswagen.

Fonte: Autocar.

Sabes responder a esta?
Qual é a capacidade mínima da bagageira do Volkswagen T-Cross?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Testámos o Volkswagen T-Cross 1.0 TSI Life: vale a pena poupar?

Mais artigos em Notícias