Marcas

Volkswagen transforma o Jetta numa… nova marca automóvel chinesa

Jetta passa a ser o nome de uma nova marca automóvel do Grupo Volkswagen… na China. Na sua gama encontramos os SUV da… SEAT.

O Volkswagen Jetta, um nome ainda bastante conhecido pelos nossos lados, prepara-se para mais altos voos, ao ser transformado em… marca própria.

Para os que não estão familiarizados, Jetta é o nome de uma berlina de três volumes, vulgo sedan, com relações bastante estreitas com o Golf desde que foi lançado em 1979.

Por cá, Europa, o nome persistiu durante duas gerações, tendo sido substituído pelo Vento e depois pelo Bora, regressando a Jetta na sua 5ª geração. No entanto, o nome Jetta perdurou de forma contínua noutros mercados, como o chinês — foi, inclusive, o primeiro carro da Volkswagen a ser produzido na China.

RELACIONADO: Quem vendeu mais em 2018? O Grupo Volkswagen ou a Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi?
Volkswagen Jetta
Uma vista comum nas nossas estradas na segunda metade da década de 80. Quem diria que o nome Jetta poderia virar marca?

Um facto que também atesta a importância deste nome na China onde, de acordo com a Volkswagen, o nome Jetta é extremamente valioso. Tal como o Carocha na Europa, coube ao Jetta ter um papel fundamental em motorizar a China.

Na China, o Jetta tem um papel extremamente valioso para nós como modelo da Volkswagen. Trouxe mobilidade para as massas, como o Carocha o fez na Europa. (…) Até ao dia de hoje, é um dos Volkswagen mais populares na China — um verdadeiro ícone. É por isso que estamos a transformar um modelo numa marca pela primeira vez na história da Volkswagen, estabelecendo uma família separada de marca e modelos.

Jürgen Stackmann, Membro do Conselho de Administação da Volkswagen Member of the Volkswagen responsável pelas vendas

Faz sentido mais uma marca?

Para entender esta decisão do grupo alemão temos de compreender a imensidão do mercado chinês. Apesar de ter registado a primeira queda em duas décadas em 2018, foram vendidos, mesmo assim, mais de 28 milhões de carros — o segundo maior mercado mundial, os EUA, está a uma distância considerável, com 17 milhões de unidades (-11 milhões).

O mercado chinês é vasto o suficiente para dividi-lo em regiões e tratá-las como se fossem mercados independentes, com estratégias diferenciadas e até modelos específicos — apenas uma das razões que leva a Volkswagen a ter na China múltiplas berlinas de três volumes num mesmo segmento.

Jetta VA3
O Volkswagen Jetta chinês passará a chamar-se Jetta VA3

Graças às duas joint-ventures chinesas, com a FAW e a SAIC, a Volkswagen é a líder do mercado chinês, mas ainda existem lacunas para cobrir no mercado.

É aqui que surge a oportunidade para uma nova marca, a Jetta — em parceria com a FAW —, com um alvo demográfico mais jovem em mente, integrados numa classe média crescente à procura de mobilidade individual, ou seja, que começam a ter condições para adquirir o seu primeiro carro.

VÊ TAMBÉM: A China é o paraíso dos carros elétricos. Porquê?

Acho que já vi este carro em qualquer lugar…

A nova marca chinesa deverá chegar ao mercado no terceiro trimestre deste ano e a gama inicial será composta por três modelos: uma berlina de três volumes e dois SUV.

A berlina de três volumes não é mais do que o Volkswagen Jetta chinês (imagem acima) já conhecido — ao contrário do “nosso” Jetta, a segunda geração chinesa abandonou a ligação ao Golf e não é mais que uma versão do Skoda Rapid e SEAT Toledo (4ª geração) que foram cá comercializados.

Jetta VS5
A frente é distinta, mas trata-se efetivamente do conhecido SEAT Ateca.

Como seria absurdo chamar ao novo modelo de Jetta Jetta, foi rebatizado de Jetta VA3. E como podemos observar, apresenta identidade própria, com grelha e símbolo específicos para o diferenciar dos restantes Volkswagen.

Os dois SUV são denominados de Jetta VS5 e Jetta VS7 e também nos são familiares — não são mais do que versões dos SEAT Ateca (nas imagens) e SEAT Tarraco, a receberem também um tratamento distinto na sua face.

Jetta VS5
Também a traseira do Jetta VS5 recebeu novas óticas, pára-choques e portão da mala. A produção será chinesa.

Sabes responder a esta?
O Volkswagen Jetta do "The Fast and the Furious" perdeu uma drag race para que carro?

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos