Drag race

Huracán Performante vs Aventador SV. Vencedor óbvio, certo?

Outrora o mais rápido dos Lamborghini, o Aventador SV viu o SVJ tomar o seu lugar. Mas será que também o Huracán Performante se apresenta como uma "ameaça"?

À partida, uma drag race entre um Lamborghini Aventador SV e um Huracán Performante até pode parecer uma má ideia. Afinal de contas, a diferença de potência entre os dois modelos da marca italiana deixa antever uma corrida sem grande história. No entanto, este vídeo da CarWow vem provar que as coisas talvez não sejam assim tão simples.

Mas antes de mais vamos aos números. O Aventador SV, outrora o mais rápido modelo da gama Lamborghini até ao surgimento do Aventador SVJ, apresenta-se com um V12 com 6.5 l naturalmente aspirado que debita 750 cv e 690 Nm de binário, valores que lhe permitem cumprir os 0 aos 100 km/h em 2,8s e atingir os 350 km/h.

Já o Huracán Performante responde ao seu “irmão mais velho” com um V10 de 5.2 l também naturalmente aspirado que debita 640 cv e 600 Nm de binário, sendo capaz de atingir os 325 km/h de velocidade máxima e cumprir os 0 aos 100 km/h em 2,9s. Mas será que chega para “dar luta” ao Aventador SV?

VÊ TAMBÉM: O New Beetle teve um spoiler retrátil “à la” 911… O quê?!
Lamborghini drag-race

O “duelo de irmãos”

Comum aos dois modelos da Lamborghini é o recurso a um sistema de tração integral, a presença do sistema de launch control e ainda o recurso a uma caixa automática. Ainda assim, apesar e ambas as caixas de velocidades contarem com sete velocidades, a usada pelo Huracán Performante é de dupla embraiagem ao contrário da do Aventador SV, uma semi-automática com apenas uma embraiagem.

Na drag race levada a cabo pela CarWow, ambos os modelos “lutam” por tração no início, mas certamente o mais possante V12 suplantará o V10… ou será que não?

O resultado desta drag race é inesperado. O Huracán Performante, nas duas tentativas efetuadas, não dá hipótese ao mais potente Aventador SV. Como é que é possível?

O Huracán Performante acusa menos 143 kg (diferença entre os pesos a seco declarados), mas a relação peso-potência, ainda assim, favorece ligeiramente o Aventador SV. O Huracán responde com uma maior capacidade em obter tração (algo a que não é alheio o menor binário), mas talvez, o fator mais determinante para a clara vitória do Huracán Performante seja a sua transmissão.

A sua caixa de dupla embraiagem é mais eficaz e rápida que a semi-automática ISR (Independent Shifting Rod) do Aventador SV, que tem sido o aspeto mais criticado do superdesportivo desde o seu lançamento em 2012 — mesmo assim, um resultado surpreendente…

Sabes responder a esta?
Em que ano foi lançado o Lamborghini Reventón?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

6 Lamborghini especiais, porque os outros são demasiado “banais”

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos