Vídeo

Mercedes-AMG GLC 63 S (510 cv) em vídeo. Super-SUV com um Super V8!

O Mercedes-AMG GLC 63 S é o mais rápido SUV da marca da estrela. Para tal vem com um super e muito "hot" V8 com ribombantes 510 cv… Que motor!

Ainda é o SUV mais rápido no Nürburgring, tem prestações capazes de envergonhar desportivos puros e duros, curva… bem, e até passa como carro familiar. O Mercedes-AMG GLC 63 S 4MATIC+ é um carro que desafia a lógica, mas é impossível não ficarmos entusiasmados ao seu volante.

O grande responsável? O motor… e que motor! O GLC 63 S vem equipado com um V8 twin turbo de outro mundo. O M177 é um Hot V, com 4.0 l de capacidade, dois turbos, que debita 510 cv e 700 Nm (logo a partir das 1750 rpm). Como é tradição, segue a filosofia da AMG “one man, one engine”, onde a sua construção é responsabilidade de uma pessoa só.

A força, disponibilidade e, sobretudo, a sonoridade deste V8 são verdadeiramente épicas, contribuindo para uma experiência única que nenhum motor elétrico, por mais possante que possa ser, consegue replicar.

VÊ TAMBÉM: Mercedes-AMG renova GLC 63 S. Os detalhes do recordista do Nürburgring
Mercedes-AMG GLC 63 S 4MATIC+ Nürburgring
O GLC 63 S atacou o Nürburgring e saiu de lá como o mais rápido SUV no lendário circuito alemão.

É casado com uma transmissão automática, que não fica a dever nada a uma caixa de dupla embraiagem, graças à presença de uma embraiagem multi-discos que tomam o lugar do conversor de binário, contribuindo para uma maior rapidez de passagens entre relações.

O Guilherme Costa leva-nos a descobrir em mais um vídeo do canal de YouTube da Razão Automóvel não só os predicados deste super motor, como também os atributos do GLC que, apesar de — admitamos —, não ser o tipo de veículo mais adequado para estes propósitos, não deixa de impressionar.

Seja no capítulo dinâmico, com o GLC 63 S a sentir-se muito à vontade nas planícies alentejanas e nas suas rápidas curvas, graças a um chassis equipado com uma muito ajustável suspensão pneumática e a uns possantes e incansáveis travões carbono-cerâmicos; seja numa utilização mais convencional, com a “veia” SUV a dar cartas no espaço disponível e até no conforto, apesar do hardware à disposição.

É impossível não regressar ao seu fantástico motor — os seus rivais ficam-se por unidades com seis cilindros. Em linha no caso do recente BMW X4 M, ou em V, no caso do Alfa Romeo Stelvio Quadrifoglio. Motores excelentes, ninguém duvida, mas o par de cilindros extra e os 1000 cm3 a mais do V8 AMG dão um caráter único e brutal ao GLC 63 S.

O que assusta é o preço final do Mercedes-AMG GLC 63 S 4MATIC+, ascendendo a 160 mil euros, dos quais 60 mil são só para impostos, ao que temos ainda de adicionar 25 mil euros em extras.

Sabes responder a esta?
O Mercedes-AMG S65 Final Edition tem um motor com quantos cilindros?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Final Edition significa o adeus ao SLC e também aos… V12 na Mercedes

Mais artigos em Testes

Os mais vistos