Apresentação

Volkswagen Passat renovado. O que traz de novo?

Prestes a chegar às 30 milhões de unidades produzidas, o Volkswagen Passat foi renovado. A apresentação está marcada para o Salão de Genebra.

No mercado desde 1973, o Volkswagen Passat é o segundo modelo mais vendido da marca de Wolfsburgo, ficando apenas atrás do Golf (já foram produzidas 35 milhões de unidades do modelo de segmento C), e conseguindo até ultrapassar o famoso Volkswagen Beetle, que se ficou pelas 21,5 milhões de unidades produzidas.

Agora, cerca de cinco anos depois do lançamento da atual geração, a Volkswagen reforça os argumentos do Passat, oferecendo-lhe ao mesmo tempo um (muito tímido) restyling.

No exterior do Passat pouco mudou, com as alterações a ficarem-se pelos pára-choques redesenhados, novas jantes, novas cores, uma grelha redesenhada e a colocação do nome do modelo no centro do portão traseiro. Para além destas ligeiras alterações, o Passat passou a contar com faróis LED em toda a gama (em opção estão disponíveis os faróis IQ. Light já usados pelo Touareg).

VÊ TAMBÉM: Teste ao Volkswagen Arteon 2.0 TDI (150 cv) Elegance. Uma afirmação de estilo
Volkswagen Passat

Interior mudou pouco mas ganhou tecnologia

Tal como no exterior, no interior as mudanças são discretas. Com exceção de um novo volante, novas opções de estofos, novos níveis de acabamento e do desaparecimento do relógio analógico do topo do tablier para dar lugar a uma placa com o nome do modelo, pouco mudou em termos por dentro do Passat.

No entanto, se a estética se manteve igual o mesmo não se pode dizer acerca da aposta tecnológica. A Volkswagen aproveitou esta renovação para oferecer ao Passat o novo sistema de infotainment MIB3 que surge associado a um ecrã tátil que pode ter 6,5″, 8,2″ ou 9,2″. Este conta com um cartão SIM, que oferece acesso permanente à internet.

VÊ TAMBÉM: Já sabemos o porquê do entalhe nos faróis do novo BMW Série 3
Volkswagen Passat
O sistema MIB3 usado pelo Passat permite aceder ao Apple CarPlay sem ser necessário qualquer tipo de cabo para ligar o iPhone. A Volkswagen está ainda a planear a possibilidade de aceder ao carro apenas com um smartphone, mas para já o sistema é apenas compatível com aparelhos da Samsung.

Como opção o Passat pode ainda contar com o Digital Cockpit que surge com um ecrã de 11,7″ e que, de acordo com a Volkswagen, passou a contar com melhores gráficos, melhor luminosidade e resolução.

Tecnologia é a grande aposta

A grande aposta da Volkswagen nesta renovação do Passat passou pela oferta tecnológica. Assim, para além do novo sistema de infotainment MIB3, a marca alemã passa a disponibilizar no Passat uma série de novos sistemas de ajuda à condução.

VÊ TAMBÉM: Volkswagen T-Roc 1.6 TDI já disponível. Estes são os preços

Entre estes o maior destaque tem de ser dado ao Travel Assist, uma estreia na Volkswagen, e que consiste num sistema de condução semi-autónoma de nível 2 (lembra-te que há cinco niveis de condução autónoma). Este recorre ao cruise control adaptativo e é capaz de atuar sobre a direção até aos 210 km/h.

Parte integrante do Travel Assist é o sistema de cruise control adaptativo e reativo. Confuso? Nós explicamos. Este sistema é capaz de ler sinais de trânsito e adequar a velocidade do Passat, e através do GPS reconhece a proximidade de rotundas e curvas reduzindo a velocidade. Para além disso, o Passat passou a contar com um volante capaz de detetar se o condutor está ou não a segurá-lo.

VÊ TAMBÉM: Quanto custa o novo BMW Série 3 (G20)?

Diesel ainda é aposta

Ao nível das motorizações, a grande novidade é a chegada do novo 2.0 TDI Evo. Este novo motor oferece 150 cv e a Volkswagen afirma que é capaz de produzir menos 10 g/km de CO2 do que o seu antecessor. Ainda entre os Diesel, o Passat pode ser equipado com o 1.6 TDI de 120 cv ou com o 2.0 TDI em dois níveis de potência: 190 cv ou 240 cv.

VÊ TAMBÉM: Revolução elétrica da Volkswagen levará o Passat a ser produzido pela Skoda
Volkswagen Passat GTE
O Passat GTE passou a contar com uma bateria maior (13,0 kWh) que lhe oferece uma maior autonomia em modo 100% elétrico, cerca de 55 km.

Já a oferta a gasolina é composta pelo 1.5 TSI de 150 cv e pelo 2.0 TSI em dois níveis de potência: 190 cv e 272 cv. A oferta de motorizações do Passat fica completa com a versão híbrida plug-in, GTE, que recorre a um motor gasolina (o 1.4 TSI de 156 cv) e a um motor elétrico de 115 cv para uma potência combinada de 218 cv.

O período de pré-venda do renovado Volkswagen Passat deverá iniciar-se em maio, não havendo ainda informações relativas aos preços do modelo alemão.

Subscreve o nosso canal de Youtube.

Sabes responder a esta?
Qual é a velocidade máxima do Volkswagen up! GTI?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Volkswagen up! GTI chega a Portugal e já tem preço

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos