Apresentação

Ferrari F8 Tributo. 720 cv para o sucessor do 488 GTB

É quase uma tradição a Ferrari levar ao Salão de Genebra importantes novidades e este ano não é exceção. Fiquem a conhecer o F8 Tributo, o sucessor do 488 GTB.

Podemos afirmar que estamos algo surpreendidos com a revelação do novo Ferrari F8 Tributo, que toma o lugar do 488 GTB. Surpreendidos porque mal passaram quatro anos sobre o lançamento do 488 GTB, e já estamos a ver as primeiras imagens oficiais do seu sucessor.

Talvez a proximidade temporal ajude a justificar a… proximidade visual e mecânica do F8 Tributo ao 488 GTB e 488 Pista — aparenta ser mais um profundo restyling do que um modelo 100% novo, da mesma forma que o 488 GTB é uma evolução (grande) do 458 Italia.

“Habemus” V8

Por baixo de contornos familiares encontramos o também familiar V8 de 3902 cm3 biturbo, aqui com 720 cv atingidos às 8000 rpm (185 cv/l) e 770 Nm às 3250 rpm. Um motor aclamado unanimemente, ao qual não é estranho os três troféus consecutivos como melhor motor (2016, 2017 e 2018) no International Engine of the Year.

RELACIONADO: Chris Harris e um Ferrari 488 Pista. Apreciem…
Ferrari F8 Tributo

Com tantos “cavalinos” acessíveis ao pisar do acelerador, as prestações são de tirar o folgo: em 2,9s a agulha do velocímetro está a passar os 100 km/h, mas mais surpreendente são os 7,8s para dobrar a velocidade, atingindo os 200 km/h. Os 720 cv são ainda suficientes para o F8 Tributo atingir os 340 km/h de velocidade máxima.

A Ferrari declara o F8 Tributo com o seu desportivo mais potente equipado com um V8 num modelo de série “não-especial” — o 488 Pista, de idêntica potência, integra-se no grupo de modelos “especiais” da marca. A atribuição desse título justifica o nome da nova máquina de Maranello — uma homenagem ou tributo ao V8 e também à arquitetura do seu superdesportivo (motor em posição central traseira).

Ferrari F8 Tributo

Evolução

Além do ganho de 50 cv relativamente ao 488 GTB, o F8 Tributo é também mais leve, com a marca a anunciar um peso de 1330 kg (a seco e equipado com as opções de aligeiramento disponíveis), menos 40 kg do que o antecessor.

A marca do cavalinho rampante anuncia ainda um ganho de eficiência aerodinâmica de 10%, uma das áreas que costuma receber mais atenção por parte dos engenheiros da marca.

Esse foco é visível na frente onde se encontra uma “S-Duct” ou conduta em “S”, como no 488 Pista, que contribui para um aumento de downforce de 15% relativamente ao 488 GTB; também nas novas entradas de ar para arrefecimento dos travões, otimizadas no seu formato graças aos faróis LED de orientação mais horizontal; ou ainda nas novas entradas de ar para o motor posicionadas em cada lado do spoiler traseiro.

Na traseira, outra homenagem, desta vez ao V8 biturbo italiano mais conhecido de todos: o Ferrari F40. A cobertura em Lexan do motor reinterpreta as saídas de ar tipo “persiana” do marcante modelo, e tal como neste, permitem extrair o muito calor gerado pelos 720 cv do V8.

O F8 Tributo recebe ainda todas as mais recentes versões dos diversos sistemas da Ferrari de ajuda à condução pilotagem, tais como o Side Slip Angle Control e o Ferrari Dynamic Enhancer.

Regresso das duplas óticas

Visualmente, apesar de um corpo central quase decalcado do 488 GTB, o F8 Tributo distancia-se deste nas extremidades, destacando-se a traseira, onde assistimos ao regresso das duplas óticas — no passado uma das suas “imagens de marca” —, tendência que vimos primeiro nos seus modelos V12 — 812 Superfast e GTC4Lusso.

O interior mantém a orientação em direção ao condutor, mas todos os seus elementos foram redesenhados — saídas de ventilação, painéis das portas, painel de instrumentos, etc. Também o volante é novo, sendo mais pequeno em diâmetro. O interior ganha ainda um novo ecrã tátil de 7″.

Ferrari F8 Tributo

A apresentação pública decorrerá no Salão de Genebra que abre as portas já no próximo dia 5 de março, não havendo ainda informações relativas ao seu preço ou data de lançamento.

Sabes responder a esta?
Quantos cilindros tem o motor do Ferrari 365 GT4 BB?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Fomos enganados. Afinal BB em Ferrari 365 GT4 BB não significa Berlinetta Boxer

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos