Lista

11 berlinas executivas que não resistiram aos alemães

Não é fácil ser uma berlina de segmento E no mercado europeu. A melhor prova disso são estas 11 berlinas executivas que desapareceram sem deixar rasto.

Vamos ser honestos, o trio premium alemão que dita lei no segmento E — berlinas executivas de grandes dimensões — não dá espaço a quase mais ninguém. Quase que se pode comparar (com as devidas distâncias é claro) o Audi A6, o BMW Série 5 e o Mercedes-Benz Classe E ao trio de bully’s dos “Simpsons”, Jimbo, Kearney e Dolph tal é a forma como foram “aterrorizando” a concorrência.

É verdade que há exceções, como os Volvo S90 ou o S80 ou o Jaguar XF (não o S-Type, esse fugia a sete pés dos alemães) mas a verdade é que de há vinte anos a esta parte a oferta de berlinas de grandes dimensões reduziu-se drasticamente, não só pela preferência do mercado pelos SUV mas também pelo facto de as marcas generalistas terem desistido desse nicho de mercado.

Aqui apresentamos-te onze exemplos de modelos que tentaram entrar na luta com o trio alemão e por diversas razões acabaram por desaparecer sem deixar rasto (pelo menos na Europa). Não é que fossem maus carros, simplesmente não é fácil para uma marca generalista ter lucros num segmento que vive tanto da imagem de marca e da projeção de status que o símbolo na grelha oferece.

VÊ TAMBÉM: Novo Skoda Octavia em 2020. Tudo o que já sabemos

Sabes responder a esta?
Em que ano foi lançado o BMW Série 5 (E39)?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

O novo BMW Série 3 (G20) é maior em quase tudo que o Série 5 (E39)

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos