Antevisão

Taycan. As primeiras especificações oficiais do Porsche 100% elétrico

Apesar da mudança de nome, o Porsche Taycan promete manter intocados os impressionantes números e prestações que anunciava enquanto concept.

Foram oficialmente divulgados os números e prestações que constarão da ficha técnica do primeiro superdesportivo 100% elétrico da Porsche, cujo nome mudou entretanto de Mission E para Taycan. Prometem manter-se avassaladoras na versão de produção.

Segundo a marca de Estugarda, o Porsche Taycan contará com dois motores elétricos — um no eixo dianteiro e outro no eixo traseiro — a funcionar em permanência, garantindo uma potência de 600 cv.

A fornecer energia a esses dois motores, estará um pack de baterias de iões de lítio de alta voltagem, capaz de assegurar autonomias na ordem dos 500 quilómetros. Embora o construtor não refira qual o ciclo de medição — NEDC ou WLTP — que utilizou no apurar deste número.

RELACIONADO: Porsche Taycan. O primeiro capítulo de uma nova era
Porsche Mission E e 356
O Passado e o Futuro, na Porsche…

15 minutos para repor cerca de 80% da bateria

Ainda de acordo com a Porsche, uma vez esgotada a energia nas baterias, o Taycan necessitará apenas de cerca de 15 minutos ligado à tomada, em postos de carregamento específicos de 800V, para conseguir fazer mais cerca de 400 quilómetros. Sendo que o construtor promete ainda que o desportivo elétrico utilizará o sistema de carregamento CCS (Combined Charging System) standard na Europa e EUA, com as unidades destinadas ao Japão a serem igualmente adaptadas aos sistemas em uso naquele país.

Porsche Taycan baterias 2018
As baterias do Porsche Taycan deverão ser capazes de suportar potências de carga até 800V

De resto e embora tratando-se de um veículo 100% elétrico, a Porsche também assegura que o Taycan não deixará de ser um verdadeiro Porsche, também nas prestações e sensações de condução. Com o fabricante a anunciar que a aceleração dos 0 aos 100 km/h acontecerá em “bastante menos” que 3,5 segundos, ao mesmo tempo que o arranque dos 0 aos 200 km/h acontecerá em menos de 12 segundos.

RELACIONADO: A Porsche e o recorde na pista de que ninguém ouviu falar

Porsche espera vender 20 mil por ano

No longo comunicado agora divulgado, a Porsche desvenda ainda uma série de números interessantes, relativos ao Porsche Taycan. Nomeadamente, que espera vender cerca de 20 mil unidades daquele que será o seu primeiro modelo 100% elétrico. Ou seja, cerca de dois terços do número total de unidades 911 que atualmente entrega, por ano.

Até ao momento uma equipa de 40 especialistas já fabricou “um número de três dígitos” de protótipos do Porsche Taycan, 21 dos quais foram entretanto enviados, totalmente camuflados, para a zona Oeste da África do Sul, onde cerca de 60 funcionários responsáveis pelo desenvolvimento do modelo, fizeram já mais de 40 mil quilómetros com o carro.

RELACIONADO: Aposta elétrica. Porsche adquire 10% da Rimac Automobili

Até à fase final de desenvolvimento, a Porsche acredita que “milhões de quilómetros” serão realizados com os protótipos de desenvolvimento do Taycan, de forma a reduzir a margem de potenciais problemas que possam vir a surgir com o produto final.

Porsche Taycan protótipos de desenvolvimento 2018
Mais de 100 unidades de desenvolvimento do Taycan foram já fabricadas, com a missão de cumprirem, no total, milhões de quilómetros em testes

O Porsche Taycan chega ao mercado em 2019. É o primeiro de muito modelos 100% elétricos que a Porsche espera lançar até 2025.

Sabes responder a esta?
Como se chama o protótipo 100% elétrico que a Audi tem previsto apresentar em Peeble Beach?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Surpresa! Audi anuncia PB 18 e-tron para Pebble Beach

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos