Mercado

Os 10 automóveis mais caros de sempre, edição 2018

Oficialmente, estes são os 10 automóveis mais caros de sempre, com todos eles a terem sido adquiridos em leilão.

O ano de 2018 fica já marcado pelo recorde absoluto na venda de um automóvel clássico. Um Ferrari 250 GTO — sem surpresas ter sido este o modelo — trocou de mãos por 60 milhões de euros, ou assim parece. Tratando-se de um negócio entre privados, nunca conseguiremos saber precisamente qual o valor da transação.

É uma das razões porque, na construção desta lista sobre os 10 automóveis mais caros de sempre, considerou-se apenas os valores de transação obtidos em leilão — estes são públicos e servem de referência para o restante mercado. A “moeda de troca” neste meio é o dólar, pelo que também publicamos os valores originais na moeda norte-americana — o atual segundo classificado, vendido em Paris, no entanto, detém o recorde para o carro mais caro vendido em euros ou libras esterlinas.

O ano passado elaborámos uma lista idêntica sobre os 10 carros mais caros de sempre (ver destaque), mas o mercado continua bastante ativo. Podemos observar a entrada de novas propostas, que alteraram a lista dos 10 mais caros relativamente ao ano passado.

O que não se alterou é a presença dominadora da Ferrari. Apesar de este ano haver “apenas” seis Ferrari, contra sete o ano passado.

De resto, os valores crescentes a que assistimos, mantém a tendência dos últimos anos. Os automóveis clássicos, futuros clássicos de edição limitada e com importância histórica continuam a ser um porto seguro para investidores. Nesta lista está a crème de la crème…

Na galeria, os modelos estão posicionados por ordem crescente em termos de valor, de exorbitância em exorbitância.

Sabes responder a esta?
Qual a potência do Lancia Delta Integrale Evo1?

Mais artigos em Clássicos

Os mais vistos