Salão de Genebra 2018

Skoda Vision X. O SUV do futuro que anda a gasolina, a gás e a eletricidade

Depois do Kodiaq e do Karoq, a Skoda revelou hoje em Genebra, o protótipo do seu mais pequeno e futuro SUV. O Skoda Vision X, sendo concept, promete ser o mais revolucionário da família.

Este é o veículo mais compacto apresentado na Media Night do grupo Volkswagen. Estivemos lá para ver ao vivo e a cores o Skoda Vision X, a antevisão do que será o futuro SUV mais pequeno da marca checa.

Como concept que é, apresenta-se com uma solução de propulsão inovadora, que tanto permite circular a gasolina, como a gás natural comprimido, ou ainda a eletricidade — o que permite que possa ser tanto um tração dianteira, traseira ou integral (!).

O sistema de propulsão tem por base o mesmo quatro cilindros 1.5 litros TSI que já equipa várias propostas do grupo Volkswagen, neste caso, preparado para poder circular não só a gasolina, como também a gás natural comprimido (GNC). Combustível que é alojado, não em um, mas em dois tanques, um dos quais posicionado debaixo do banco traseiro, ao passo que o outro, logo atrás do eixo traseiro.

Um motor elétrico no eixo traseiro, apoiado por um pack de baterias de iões de lítio de 48V, ajuda a garantir tração integral permanente, dispensando a presença de um eixo de transmissão (algo que acontece pela primeira vez na marca). Também não necessita de carregamento externo de baterias — estas aproveitam a energia desperdiçada na desaceleração e na travagem, para reporem os respetivos níveis.

RELACIONADO: Este é o novo Skoda Vision E. Licença para produzir?
Skoda Vision X Genebra 2018
Vision X – O mais compacto dos SUV da Skoda… elétrico

Skoda Vision X com 1000 Nm de binário?

Funcionando a gasolina ou GNC, o Vision X anuncia uma potência máxima de 130 cv e um binário máximo de 250 Nm, com o motor de combustão a atuar apenas e só sobre as rodas da frente, embora com o apoio de um gerador elétrico, nos momentos mais exigentes.

RELACIONADO: Skoda Karoq. Ao volante do novo SUV da marca checa

Já o motor elétrico dedicado apenas ao eixo traseiro e cuja entrada em ação varia consoante as necessidades, acrescenta aos números atrás citados, um surpreendente binário de 1000 Nm — número avançado pela própria Skoda, a qual não explica se está falar de binário medido ao motor ou à roda…

Prestações agradáveis, emissões surpreendentes

Todos estes números levam os responsáveis da marca checa a acreditar que o concept será capaz de acelerar dos 0 aos 100 km/h em 9,3 segundos e atingir uma velocidade máxima de 200 km/h, além de garantir uma autonomia máxima, recorrendo aos três combustíveis, de até 650 quilómetros. Valor bem menos impressionante do que, por exemplo, as 89 g/km de emissões de CO2 anunciadas para o modelo.

A NÃO PERDER: Todas as novidades do Salão de Genebra 2018 de A a Z

Subscreve o nosso canal de YouTube, e acompanha os vídeos com as novidades, e o melhor do Salão de Genebra 2018.

Sabes responder a esta?
Qual a autonomia anunciada para o Volkswagen I.D. Vizzion Concept?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Volkswagen I.D. Vizzion. Rival do Tesla Model S a caminho?

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos