Recorde do Guinness

Já sabemos o que a BMW estava a tentar fazer.

Foi um dois em um para a BMW ao conseguir o maior drift em oito horas e o maior drift duplo em simultâneo ao ter que abastecer o novo BMW M5 em pleno… drift.

O mundo automóvel é assim, quando achamos que já vimos tudo… O drift já é reconhecido pela própria FIA com uma competição internacional, e até por cá já existe uma taça ibérica da modalidade. Mas, também serve para… recordes do Guinness.

Há uns dias questionamos aqui o que andaria a BMW a tentar fazer com a nova geração do BMW M5, para além de demonstrar que apesar da sua nova tração integral xDrive, também faz drift.

A resposta conclusiva chegou agora. Foi um duplo recorde para o famoso “Guinness World Records”. Para além do maior drift conseguido em oito horas, com 374 kms percorridos, a BMW conseguiu ainda um outro recorde. O maior drift duplo (dois carros lado a lado), com 63 km percorridos.

bmw m5 drift
RELACIONADO: M Performance. O BMW Série 8 que é quase, quase um M8

Abastecimentos em drift

Para conseguir a proeza foram necessários cinco abastecimentos, mas mais do que a quantidade o desafio esteve em conseguir abastecer sem parar e mantendo a manobra de drift. Para que isso fosse possível, foi instalado um sistema de abastecimento com um bocal próprio à semelhança do que é usado em competição, com um depósito extra montado dentro do porta bagagens. Para a manobra arriscada digna de um filme foi usado outro BMW M5 da anterior geração (F10) que se junta à manobra para abastecer em pleno drift. Ah valentes!

Devido à elevada quantidade de combustível a ser transferida de um carro para o outro, o risco de incêndio era elevado.

O primeiro abastecimento foi efetuado passava pouco das três horas consecutivas em drift, uma vez que foi usado o depósito total de origem (68 litros) e mais o adicional. O segundo abastecimento faltavam 3h30min para terminar, o terceiro faltavam 3h para percorrer as 549 voltas ao “circuito” e o quarto apenas 2h15 já que para estes apenas foi utilizado o depósito adicional.

bmw m5 drift
Mais uma voltinha…

Podia ter corrido mal

Naturalmente que nem tudo correu como seria desejável e durante a manobra os dois M5 tocaram-se várias vezes, felizmente sem consequências para o recorde e sem danos graves a registar.

Para além da nova geração do BMW M5, os protagonistas foram os instrutores da escola de condução profissional da BMW Performance, Johan Schwartz e Matt Mullins. O primeiro bateu o seu anterior recorde de 2013 com a geração anterior, ao percorrer 82 km em drift. Para além destes, a tarefa quase de malabarismo para concretizar o abastecimento ficou a cargo de Matt Butts, que por várias vezes se viu “entalado” entre as duas berlinas.

RELACIONADO: Já é oficial. Novo BMW M5 (F90) com 600 cv de potência

Assim, a BMW simplesmente aniquilou os anteriores recordes do Toyota GT86 em julho de 2014 com 144 km e junho de 2017 com 165 km.

É claro que o feito foi possível com o piso molhado, de outra forma os pneus não aguentariam as oito horas consecutivas, e num traçado circular, mas ainda assim não deixa de ser um recorde notável, vale a pena ver o making of:

Sabes responder a esta?
Quantas novidades tem a BMW para 2018?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Todas, mas mesmo todas as novidades automóveis para 2018

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos