Apresentação

Corvette ZR1. O mais rápido e potente Corvette de sempre.

O regresso do rei. É assim que a Chevrolet acaba de apresentar o novo Corvette ZR1, o mais rápido e potente na história dos Corvette.

O Chevrolet Corvette dispensa apresentações. Apesar de uma presença mínima na Europa, não deixa de ser um dos desportivos mais conhecidos do planeta. O Corvette está para os americanos como o Porsche 911 está para os europeus ou o Nissan GT-R para os japoneses — verdadeiras lendas automóveis. E agora chegou a altura de conhecer o Corvette ZR1, o mais rápido e potente de sempre.

ZR1 foi sempre sinónimo de suprassumo nos Corvette. Uma sigla que, quando surge — nem todas as gerações a tiveram —, sabemos que colocará a bitola bem lá no alto. E esta nova geração não desilude.

Chevrolet Corvette ZR1

LT5, o regresso

O motor trata-se de um V8 Supercharged de 6,2 litros denominado LT5. Uma denominação já usada no passado — a mesma do motor do Corvette ZR1 (C4) de 1990, desenvolvido em parceria com a Lotus. É também uma forma de diferenciar a nova motorização do LT4 do Corvette Z06, do qual deriva. O compressor vê a sua capacidade acrescida em 52% relativamente ao LT4, o intercooler (permutador de calor) é mais eficiente e, pela primeira vez, a GM recorre a um sistema duplo de injeção de combustível. Ou seja, o LT5 do Corvette ZR1 tem injeção direta e indireta.

O resultado é o Chevrolet Corvette mais potente de sempre: 765 cv e 969 Nm.

Com tantos equídeos, há que mantê-los frescos e a Chevrolet não correu riscos, após os problemas de sobre-aquecimento que afetaram o Z06. Foram adicionados quatro novos radiadores, aumentando para 13 o número total — como nota, o Bugatti Chiron com 1500 cv e o dobro dos cilindros, tem 10.

Chevrolet Corvette ZR1 - arrefecimento

Como sempre foi, apenas e só o eixo traseiro está encarregue de colocar toda a potência no chão, através ou de uma caixa manual de sete velocidades com “ponta-tacão” automático ou uma caixa automática de oito — uma estreia na história dos ZR1.

Colado ao asfalto

Naturalmente a aerodinâmica foi revista. E a Chevrolet não se coibiu de equipar o Corvette ZR1 com dois pacotes aerodinâmicos distintos. O primeiro, denominado Low Wing (asa baixa), permite uma velocidade máxima mais elevada, cerca de 338 km/h, e mesmo assim oferece até 70% mais downforce do que no Z06 de série.

O segundo, denominado High Wing (asa alta) é ajustável em duas direções e é o pacote indicado para quem quer obter os tempos mais rápidos em circuito. Segundo a Chevrolet, quando equipado com o pacote High Wing, o ZR1 consegue gerar 60% mais downforce — a marca estima um máximo a rondar os 430 kg — do que o Z06 equipado com o pacote aerodinâmico Z07 (o que apresenta valores de downforce mais elevados).

O High Wing faz parte do pacote de performace ZTK, que também inclui um splitter frontal parcialmente em fibra de carbono, pneus Michelin Pilot Sport Cup 2, e um setup específico do chassis.

E mais?

Não existem ainda dados relativamente à performance, excetuando a já referida velocidade máxima. Mesmo com todo o carbono presente, o peso ultrapassará os 1600 kg — não há milagres, quando existem mais radiadores e fluídos a bordo.

Chevrolet Corvette ZR1 - capot

Nota especial para o capot em carbono que apresenta diversas particularidades. As duas aberturas no seu início permitem extrair o ar quente vindo do motor, mas a curiosidade advém das duas tampas posteriores, já que uma delas é, na realidade, a cobertura em fibra de carbono do intercooler. Ou seja, o capot é aberto no meio, e como o intercooler está “agarrado” ao motor, quando em andamento, veremos essa placa mover-se, juntamente com todo o grupo motriz.

Os pneus atrás têm 335 mm de largura e para parar este monstro, os rotores são em carbono-cerâmica, com pinças em alumínio de seis pistões à frente.

O Chevrolet Corvette ZR1 iniciará a sua comercialização na primavera de 2018 e a marca norte-americana prevê vender cerca de 3000 por ano.

 

Sabes responder a esta?
A que se refere o 430 no Lotus Exige Cup 430?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Lotus Exige Cup 430. O mais potente de sempre

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos

Pub