O último «puro sangue» da Lamborghini vai a leilão

A Silverstone Auctions vai leiloar o último Lamborghini Diablo que foi produzido. Depois começou a era Volkswagen.

Por norma, no mundo automóvel, ser o último nunca é bom presságio, mas neste caso tudo muda de figura. De acordo com a leiloeira britânica Silverstone Auctions, este terá sido o último Lamborghini Diablo SV a sair da fábrica de Sant’Agata Bolognese, em 1999, antes do Grupo Volkswagen ter tomado o controlo das unidades de produção da marca e ter feito renascer a marca, o que o torna este modelo italiano num exemplar ainda mais especial.

Este modelo, pintado a vermelho pérola e com design a cargo do italiano Marcello Gandini, dispõe das mesmas saias laterais da versão exclusiva para os EUA, o Diablo SV Monterey Edition. Já no interior, o Lamborghini Diablo SV é forrado com o tecido Alcântara e está equipado com tapetes personalizados com o logótipo da marca.

Lamborghini Diablo SV (5)

RELACIONADO: Nunca se venderam tantos Lamborghini como em 2015

Debaixo do capô podemos encontrar o tradicional motor V12 de 5.7 litros, com uma potência de 529 cv e 605 Nm de binário que possibilita prestações que fazem jus ao próprio nome (SV significa “super-veloce”): 3.9 segundos dos 0 aos 100km/h e uma velocidade máxima que chega perto dos 330km/h.

Segundo a Silverstone Auctions, o veículo – com pouco mais de 51 mil quilómetros – encontra-se em excelentes condições, tendo sofrido um pequeno restauro no chassis e na suspensão. O preço foi estimado entre as 150,000 e 170,000 libras (193 a 219 mil euros). O Lamborghini Diablo SV será figura de destaque no Classics Restoration Show, que decorre nos dias 5 e 6 de março em Birmingham, Inglaterra.

Imagens: Silverstone Auctions

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Os mais vistos