Peugeot discute liderança no 5º dia do Dakar

A segunda metade da Etapa Maratona poderá causar dores de cabeça a vários pilotos.

A 5ª etapa do Dakar 2016 faz a ligação entre Salvador de Jujuy e Uyuni, passando assim a fronteira entre a Argentina e a Bolívia. Com 327km, a especial de hoje integra secções de grande dificuldade que poderão causar problemas de navegação.

Além disso, recordamos que nesta etapa (tal como na de ontem) não é possível prestar assistência mecânica, particularmente ao pneus. Outra dificuldade adicional será a altitude: 4.600m! O valor mais alto registado na história do Dakar, o que em conjunto com os efeitos do desgaste da etapa de ontem certamente irá condicionar o ritmo da prova.

RELACIONADO: Foi assim que nasceu o Dakar, a maior aventura do mundo

Depois de um dia marcado pelo domínio da Peugeot, Sébastien Loeb parte esta etapa na primeira posição da classificação geral; contudo, o piloto francês admite que a vantagem de 4m48s para o seu colega Stéphane Peterhansel é “uma diferença muito curta num rali como este”. Já o português Carlos Sousa continua a sua recuperação na tabela. Com o 24º lugar alcançado na especial de ontem, o piloto da Mitsubishi subiu de 71º para 30º da geral.

dakar 2016 07-01

Vê aqui o resumo da 4ª etapa:

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter