1 em cada 3 jovens europeus já participou numa corrida ilegal

O estudo “Young & Urban”, desenvolvido pela Allianz Center for Technology junto de jovens com idades entre os 17 e 24 anos, analisou a condução dos jovens europeus.

Dos 2200 inquiridos, residentes na Alemanha, Áustria e Suíça, 38% afirmou já ter participado numa corrida ilegal, enquanto que 41% descreve a sua condução como “desportiva/ofensiva”. Um em cada cinco jovens adultos (18% dos inquiridos) conduz um carro modificado e 3% admite mesmo ter feito modificações no desempenho do motor do veículo.

Os dados são preocupantes mas há esperança. As estatísticas a longo prazo apontam para uma tendência cada vez mais positiva, já que o número de acidentes rodoviários fatais envolvendo condutores na faixa etária dos 18 aos 24 anos baixou quase dois terços por mil habitantes (66%) entre 2003 e 2013. Em dez anos, a percentagem de sinistros entre jovens condutores que resultaram em ferimentos pessoais baixou de 28 para 22%. Contudo, estes resultados apenas refletem os acidentes que envolveram danos físicos.

VEJAM TAMBÉM: Novo Audi A4 (geração B9) já tem preços

De acordo com o Departamento Federal de Estatística alemão, a maior parte dos acidentes são provocados por condutores com idades compreendidas entre os 18 aos 24 anos, realidade que ganha dimensão se for tido em conta que apenas 7,7% dos condutores alemães fazem parte deste grupo etário. O número desproporcionado de acidentes envolvendo condutores jovens indica que as medidas em vigor para combater os riscos, como as campanhas educacionais e a mais recente tecnologia automóvel, são insuficientes para garantir a segurança a este nível.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias