Russia: Um cemitério de carros militares

A nossa atenção é muitas vezes atraída para as coisas mais improváveis. Acho que um cemitério de carros militares na Rússia cabe nesse grupo.

A minha casa em Grândola, quando era miúdo, tinha nas imediações dois grandes pontos de interesse para mim: o jardim 1º de Maio, palco de grandes brincadeiras e um pequeno ferro velho, onde descansavam velhas glórias de quatro rodas. Sempre que a minha mãe me deixava sair de casa ia a correr para um desses dois sítios. Mesmo sabendo que o segundo era «proibido»…

Mas como toda a gente sabe, o “fruto proibido é sempre o mais apetecido”. E pois bem, era para lá que eu e alguns amigos meus íamos «sorrateiramente». Naquele tempo, na pacata Vila de Grândola, longe dos problemas das grandes metrópoles, brincar na rua era um hábito.

Não sei se é desde aí que nutro um interesse especial por locais abandonados, se é mesmo uma vertigem geral da humanidade para locais deste género. Creio que há um certo romantismo subjacente a estes locais, uma melancolia sobre o que já foi e não voltará a ser. Um sentimento profundo que não é fácil explicar. Talvez partilhem este gosto comigo, em caso afirmativo aqui ficam umas imagens de um cemitério de carros militares na Rússia:

0_1a0f16_84c6e9e0_XXL.jpeg
0_1a0f22_b3adaad_XXL.jpeg
0_1a0f21_2af5ac32_XXL.jpeg
0_1a0f20_eadfd12d_XXL.jpeg
0_1a0f18_85ffc45a_XXL.jpeg

 

0_1a0f02_ec8eb9a0_XXL.jpeg
0_1a0f04_66092494_XXL.jpeg
0_1a0f07_8eadd723_XXL.jpeg
0_1a0f14_c84f228b_XXL.jpeg
0_1a0f15_d6b5b0ff_XXL.jpeg
0_1a0f1f_40fc1c6f_XXL.jpeg
0_1a0f1e_9a1eabd1_XXL.jpeg
0_1a0f1d_7cebfff7_XXL.jpeg
0_1a0f24_b5e3b095_XXL.jpeg
0_1a0f23_8a7c4ee7_XXL.jpeg
0_1a0f01_f1e67cee_XXL.jpeg
0_1a0f0f_31ca04_XXL.jpeg
0_1a0efe_37c7390d_XXL.jpeg
0_1a0f00_20eb704b_XXL.jpeg
0_1a0f0b_adfc540b_XXL.jpeg
0_1a0f0c_beb6f11a_XXL.jpeg
0_1a0f0d_3238d0e9_XXL.jpeg
0_1a0f0e_627475ab_XXL.jpeg
0_1a0efb_7766849e_XXL.jpeg
0_1a0efa_7696bffa_XXL.jpeg
0_1a0ef9_ccc0896_XXL.jpeg
0_1a0ef5_1e98eb8b_XXL.jpeg
0_1a0f29_e3faa2cc_XXL.jpeg

Caso este artigo tenha despertado o vosso interesse, talvez queiram dar uma «vista de olhos» na história dos Alfa Romeos abandonados num castelo em Itália. Acho que também vale a pena.

Texto: Guilherme Ferreira da Costa
Crédito das fotos: Saoirse-2010

Mais artigos em Crónicas

Os mais vistos