O Lamborghini mais potente do mundo: Murcielago LP2000-2 SV TT

Lamborghini Murcielago LP2000-2 SV TT, fixem este nome. É o Lamborghini mais  potente do mundo, e isso soa bem não soa?

Aqui para os lados chafarica do RazãoAutomóvel já começa a tornar-se um hábito, todas as semanas apresentar um carro com mais de 1000cv. Quase com mesma naturalidade com que uma criança come um gelado. Mas esta semana o RazãoAutomóvel duplicou a aposta… Apresentamos-te Lamborghini Murcielago LP 2000-2 SV TT, um italiano raçudo com 2000cv de potência. São tanto cavalos que nem precisámos de utilizar ponto de exclamação no final da frase.

É isto que acontece quando metem um desportivo italiano, a exercitar os músculos num preparador americano: loucura total! Pese embora o sucessor do Murcielago, o Aventador, já ande à solta nas estradas, o “velho” Murcielago ainda tem alguns truques para ensinar ao Aventator.  O responsável pela lição de humildade e arte de torturar pneus, que o Murcielago vai aplicar sádicamente ao Aventador, chama-se David Wiggins, e é o responsável pelo desenvolvimento do projecto.Para chegar a este resultado, Wiggins e a sua equipa de engenheiros tiveram de suar – e muito… – a camisola. Gastaram um total de 3000 horas entre desenvolvimento, pesquisa e construção deste Lamborghini insano.

Não foi só abrir o capot, espetar dois turbos Garrett GTX-4294 modificados no motor, sacudir as mão e ir para casa ver o Benfica. Foi necessário desenvolver sistema de admissão revisto, e com novos corpos de borboletas, que permitisse dosear melhor potência (como se isso fosse possível…), um novo sistema de escape que desse conta de todo o fluxo de gases gerado, entre um sem fim de outras soluções que nem vou nomear. Entre elas o recurso a materiais da NASA, nomeadamente escudos de calor – exactamente iguais aos utilizados pelos Space Shuttles – para conseguirem proteger o carro do calor gerado pelo motor.A parte dinâmica não foi esquecida, e a palavra de ordem foi aumentar. Aumentar a dimensão dos discos de travão; aumentar a medida dos pneus; aumentar a rigidez do chassi; enfim, aumentar! Só o que não aumentou foi o peso. Graças à adopção de materiais ultra-leves e recurso a umas dispendiosas jantes ADV.1 este Lamborghini pesa menos 255kg que a versão “normal”.

Quando se fala de uma automóvel com 2000cv, detalhes como a pintura mate ou o sistema de som de luxo, passam imediatamente para segundo plano. Mas também estão lá.

Infelizmente, uma vez que este Lamborghini ainda não respeita as directrizes impostas pela EPA, no que diz respeito ao ruído e à emissão de gases poluentes, não é desta que vemos a “besta” em acção. Mas a equipa de desenvolvimento promete que a estreia está para breve, e nós vamos cá estar para ver!


Texto: Guilherme Ferreira da Costa

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos

Pub