Arranque a Frio. Um Porsche Cayenne Convertible esteve perto de acontecer

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Arranque a Frio

Um Porsche Cayenne descapotável esteve perto de acontecer

O Porsche Cayenne está a celebrar 20 anos e a marca conta-nos sobre a exploração de uma variante que nunca chegou a ver a luz do dia: o Cayenne Convertible.

É provável que ainda hajam fãs da Porsche que não tenham recuperado totalmente do choque que foi o lançamento do Cayenne, o primeiro SUV da marca, há 20 anos, em 2002.

Talvez mais chocados ficassem caso a Porsche tivesse avançado com este Cayenne Convertible (descapotável), um de vários formatos explorados para expandir a família do SUV — os outros eram um coupé (chegou apenas em 2019) e uma Cayenne de sete lugares.

Este protótipo único não está apto a circular na estrada e foi concebido para que os designers avaliassem vários critérios funcionais e soluções para o design da traseira — por isso é designado de PFM ou Package Function Model —, pelo nunca recebeu os reforços necessários para compensar a falta do tejadilho.

VEJAM TAMBÉM: Cayenne, o sucessor do 959? A questão foi levantada pela Porsche
Porsche Cayenne Convertible, vista 3/4 frente
O único protótipo do Cayenne Convertible tem residência no Porsche Museum, mas quando é necessário levá-lo a algum sitio tem de ser transportado.
Porsche Cayenne Convertible, vista 3/4 traseira
O protótipo serviu para avaliar critérios funcionais como a acomodação dos passageiros com o novo teto mais arqueado e os pilares A mais curtos, ou como as portas 20 cm mais longas afetariam a praticidade, ou ainda responder à delicada questão de saber como acomodar a capota e recolhê-la rapidamente.
Porsche Cayenne Convertible, vista traseira com duas soluções de design integradas
E, claro, serviu para avaliar as duas possibilidades finalistas para o design da traseira, e por isso tem este aspeto. Um tópico que na altura nunca reuniu consenso, sobretudo o relacionado com posicionamento das óticas traseiras. Qual seria a vossa escolha?

Caso tivesse chegado à produção, o Porsche Cayenne Convertible teria recebido um mecanismo de abertura da capota similar ao existente no 911 Targa (991 e 992) — ambos contam com um roll-over bar — que, no caso deste SUV descapotável, nunca passou da fase das simulações virtuais.

Depois disto tudo, a Porsche decidiu arrumar o Cayenne Convertible na «gaveta». Não só pelas previsões pouco animadoras sobre a rentabilidade do projeto, como pela sua… aparência, no mínimo discutível.

Porsche Cayenne Convertible, vista perfil com capota colocada
O mecanismo de abertura da capota nunca passou do virtual para o real, mas a capota existe.
Porsche Cayenne Convertible, vista perfil com capota retirada
No entanto, tem de ser colocada manualmente e quando é retirada fica guardada no compartimento traseiro.

Sobre o “Arranque a Frio”. De segunda a sexta-feira na Razão Automóvel, há um “Arranque a Frio” às 8h30 da manhã. Enquanto bebe o seu café ou ganha coragem para começar o dia, fique a par de curiosidades, factos históricos e vídeos relevantes do mundo automóvel. Tudo em menos de 200 palavras.

Sabe responder a esta?
O Biagini Passo era uma espécie de SUV descapotável nascido em 1990. Era baseado em que modelo?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Biagini Passo, o Volkswagen T-Roc Cabrio dos anos 90

Mais artigos em Notícias