Mercedes-Benz Classe T. Mais do que uma Citan para as famílias?

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Vídeos RA

Mercedes-Benz Classe T. Mais do que uma Citan para as famílias?

Conduzimos o novo Mercedes-Benz Classe T, que apesar das semelhanças com a Citan, está focado nas famílias e no lazer. Passou no primeiro teste?

Em Munique, Alemanha

O Mercedes-Benz Classe T pode ser visto como uma espécie de versão mais luxuosa e requintada da Citan Tourer de passageiros e representa uma abordagem totalmente nova da marca de Estugarda ao segmento dos monovolumes compactos.

Por fora é difícil perceber que a Mercedes-Benz Citan Tourer e o Classe T não são o mesmo modelo, sobretudo para os «olhos» menos treinados. Mas a marca alemã olha para estes automóveis de forma muito distinta.

Se a Citan foi pensada para uma utilização comercial, este Classe T foi idealizado para responder às exigências das famílias mais numerosas, com um gosto por atividades mais aventureiras, que procuram espaço, mas também acabamentos mais premium.

A NÃO PERDER: Mercedes-Benz EQT Concept. MPV de 7 lugares para as famílias a “pilhas”

O Classe T só chega ao mercado português em julho, mas nós já tivemos oportunidade de o conduzir em Munique, na Alemanha. Foi um primeiro contacto breve, mas que já deu para perceber que as semelhanças entre estes dois modelos começam e acabam na imagem exterior.

Ainda assim, apesar de as diferenças serem escassas, não são inexistentes. O Classe T conta com mais apontamentos cromados (sobretudo ao nível da grelha dianteira) e tem espelhos retrovisores laterais e as zonas inferiores dos para-choques pintados na mesma cor da carroçaria.

Mercedes-Benz Classe T
O Mercedes-Benz Classe T conta com duas portas deslizantes laterais.

Mais tecnologia a bordo

No interior, destaque para os acabamentos mais cuidados, para os materiais de melhor qualidade e para a lista de equipamento mais completa, onde se inclui um ecrã central de 7” com o sistema MBUX, que permite integração com o smartphone através dos sistemas Apple CarPlay e Android Auto.

MB Classe T
No interior, os materiais são cuidados e agradáveis ao toque, apesar da abundância do plástico.

Já no campo dos sistemas de segurança e ajuda à condução o novo modelo alemão conta com o assistente de arranque em subida, aviso de fadiga, assistente de manutenção na faixa de rodagem, avisador de ângulo morto, entre outros e pode contar ainda com opcionais como o Active Distance Assist Distronic e Active Steering Assist.

LEIAM TAMBÉM: Testámos a Renault Kangoo. Novamente a caminho do topo?

Quanto ao espaço, e como não poderia deixar de ser numa proposta como esta, surge em muito bom plano. Os bancos traseiros são muito espaçosos, temos imenso espaço ao nível dos joelhos e da cabeça, e permitem colocar até três cadeirinhas de crianças.
Destaque ainda para o facto deste Classe T contar com duas portas laterais deslizantes e com mesas nas costas dos bancos dianteiros.

Mercedes-Benz Classe T
Bancos traseiros permitem colocar até três cadeirinhas de crianças.

Mais capaz em estrada

Mas é quando vamos para a estrada que percebemos a real distância existente entre o Classe T e a Citan Tourer. O Classe T tem um rolamento muito mais refinado e confortável, e livrou-se por completo daquele «tato» mais industrial que sentimos ao volante da Citan.Isto, juntamente com o bom acerto da suspensão, claramente orientado para o conforto como se espera de uma proposta familiar, faz com que este seja um modelo muito agradável de utilizar e dá-lhe muitas qualidades de estradista.

Descubra o seu próximo carro:

E os motores?

No total a Mercedes-Benz Classe T apresenta-se com tês motorizações: duas a gasolina e uma a gasóleo.

A oferta a gasolina consiste 1.33 l de quatro cilindros em dois níveis de potência. Na T160 oferece 102 cv e 200 Nm, enquanto que na T 180, a versão mais potente da Classe T, temos 131 cv e 240 Nm.

Mercedes Classe TJá a única motorização Diesel disponível em Portugal é a T 180 d (a 160 d não vem para o nosso mercado), que conta com um motor 1.5 turbo que produz 116 cv e 270 Nm, sendo que existe um modo boost que permite subir de forma momentânea a potência para os 121 cv e os 295 Nm.

A NÃO PERDER: Testámos o novo Volkswagen Caddy. É um bom companheiro de trabalho?

Todas as motorizações surgem associadas a uma caixa manual de seis relações, sendo que no caso do T 180 e T 180 d é também possível optar por uma caixa automática de sete relações.

Mercedes-Benz Classe T (7)

E os preços?

O Classe T só chega a Portugal em julho, mas já pode ser encomendado, estando disponível com dois níveis de equipamento: Style e Progressive.

Quanto aos preços, começam nos 27 177 euros da versão T 160, com a variante mais potente a gasolina T 180 a começar nos 28 127 euros. Já a única proposta Diesel, a T 180 d com 116 cv, arranca nos 33 025 euros.

Primeiras impressões

7 / 10
Espaçoso, versátil e muito agradável de conduzir. O Mercedes-Benz Classe T é tudo isto e muito mais. E se a imagem exterior se aproxima demasiado (a meu ver) da Citan, que é uma proposta mais focada no trabalho, quando o conduzimos percebemos que este Classe T está noutro campeonato. E isso faz com que seja uma proposta muito interessante para as famílias que procurem espaço e não queiram abdicar do conforto e de uma imagem mais premium.

  • Versatilidade

  • Espaço

  • Capacidade de rolamento

  • Imagem exterior demasiado parecida com a Citan

  • Ruídos aerodinâmicos em autoestrada

Preço

33.025

Data de comercialização: Julho 2022


Mais artigos em Testes, Primeiro Contacto