Novo Mazda CX-60. Motor híbrido plug-in e «super Diesel»

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Já conhecemos o novo Mazda CX-60. Motor híbrido plug-in e «super Diesel»

O novo Mazda CX-60 é o primeiro modelo a recorrer à nova plataforma premium da marca japonesa. Chega a Portugal no início de setembro.

Em contraciclo. É assim que a marca japonesa apresenta um dos seus modelos mais importantes dos últimos anos: o novo Mazda CX-60.

Quando quase todas as marcas apostam em motores mais pequenos — ou até mesmo numa eletrificação total — a Mazda continua a acreditar que é possível seguir um caminho diferente, pelo menos a médio prazo. E como sabem, não é a primeira vez que a Mazda contraria as tendências da indústria automóvel.

Por isso, o novo CX-60 será comercializado com uma gama de motorizações maioritariamente composta por motores de seis cilindros em linha e, pela primeira vez, com uma mecânica híbrida plug-in — a única que recorre a um motor de quatro cilindros. Assistam ao vídeo:

LEIAM TAMBÉM: Gama Mazda atualizada para 2022. Todas as novidades e preços

Além disso, o Mazda CX-60 será (por agora) o maior SUV da marca à venda na Europa e o primeiro a estrear a nova plataforma de tração traseira da marca japonesa.

Primeiro PHEV e «super Diesel» a caminho

O novo Mazda CX-60 é o primeiro de quatro novos modelos — que serão lançados até 2025 — a recorrer à nova plataforma de tração traseira da marca.

Skyactiv Multi-Solution Scalable Architecture foi o nome escolhido pela Mazda para esta nova plataforma.

Uma plataforma exclusiva, desenvolvida integralmente pela marca japonesa, e que irá recorrer a motores de seis cilindros em linha e a um híbrido plug-in (PHEV) de quatro cilindros.

Mazda CX-60
No interior, a Mazda recorreu a elementos inspirados na cultura japonesa e a materiais de boa qualidade.

É com esta motorização PHEV que o Mazda CX-60 irá iniciar a sua ofensiva no mercado europeu. Falamos de uma motorização que combina um bloco a gasolina de injeção direta Skyactiv-G de 2,5 l de capacidade e quatro cilindros, com um motor elétrico de 100 kW (136 cv), uma transmissão automática de oito velocidades totalmente nova, e uma bateria de 17,8 kWh.

O Mazda CX-60 e-Skyactiv PHEV permite 63 km de condução exclusivamente eléctrica.

Esta combinação mecânica resulta numa potência total combinada de 327 CV e um binário máximo de 500 Nm, tornando-se no modelo de produção mais potente da história da Mazda. A aceleração dos 0 aos 100 km/h cumpre-se em apenas 5,8s.

Mazda CX-60
Relativamente a consumos, a marca japonesa anuncia 1,5 l/100 km e emissões de CO2 de 33 g/km (valores combinados, WLTP).

Numa segunda fase de comercialização — programada para 2023 — chegará à gama Mazda CX-60 mais duas motorizações. Um motor a gasolina Skyactiv-X de seis cilindros com 3,0 litros de capacidade, e um motor Diesel Skyactiv-D totalmente novo, também com seis cilindros, mas com 3,3 litros de capacidade.

Para esta duas motorizações a Mazda ainda não divulgou dados relativos à potência final ou performance.

Novos modelos a caminho

É importante afirmar que a Mazda não é contra a eletrificação do automóvel, mas até nesta transição energética segue um caminho diferente. Nos próximos anos vamos assistir ao surgimento de novos modelos Mazda com soluções no mínimo interessantes.

O Mazda MX-30 REV, por exemplo, irá combinar um motor 100% elétrico com um gerador a combustão na forma de um motor Wankel, permitindo uma autonomia sem restrições. Em 2023, a Mazda irá lançar um novo modelo, maior do que o CX-60, contando com três filas de bancos a que chamará de CX-80.

No total, ao longo dos próximos três anos, a Mazda irá apresentar cinco novos produtos eletrificados que espelham a sua arquitetura de plataforma multi-soluções.

Só após 2025, é que a marca de Hiroshima pretende estrear a sua nova plataforma Skyactiv EV Scalable Architecture, que permitirá à Mazda produzir automóveis elétricos de todas as dimensões, recorrendo a uma plataforma comum.

A NÃO PERDER: Motor de 2 tempos da Mazda? É o que mostra nova patente

Mais artigos em Notícias