Fomos «sentir o pulso» ao 208 Rally4 da Peugeot Rally Cup Ibérica

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Desportos Motorizados

Fomos «sentir o pulso» ao 208 Rally4 da Peugeot Rally Cup Ibérica

O 208 Rally4 é o grande protagonista da Peugeot Rally Cup Ibérica e nós fomos vê-lo (e senti-lo) de perto num troço do shakedown do Rali de Portugal.

A nova temporada da Peugeot Rally Cup Ibérica está a começar e por isso mesmo, fomos sentir bem de perto a máquina que protagoniza este troféu, o Peugeot 208 Rally4.

Não estivemos no lugar mais desejado — atrás do volante —, mas ficámos na segunda melhor posição possível: ao lado do espanhol Alejandro Cachón, o campeão em título da Peugeot Rally Cup Ibérica.

O troço escolhido para esta demonstração de força do pequeno leão foi em Baltar, bem próximo das instalações da Sports & You — que apoia a Peugeot Portugal e Peugeot Espanha na organização deste campeonato — e faz parte do shakedown do Rali de Portugal.

A NÃO PERDER: Peugeot Rally Cup Ibérica 2022. 34 participantes e 140 000 euros de prémios
peugeot 208 rally4 AIFA Jorge Cunha

E não foram precisos muitos metros para perceber o porquê de Alejandro Cachón ter sido o grande vencedor da última edição deste campeonato, triunfo que lhe valeu a promoção à categoria de Rally2, ao volante de C3 Rally2 da Citroën España.

Mas se o controlo exibido por Cachón foi notável do início ao fim deste troço de terra, por entre pinheiros e mais pinheiros, foi o Peugeot 208 Rally4 que mais me impressionou.

Este não é um 208 qualquer…

É certo que a vida deste 208 Rally4 começa no mesmo sítio dos 208 que vemos nas estradas, mas as semelhanças esgotam-se pouco depois.

peugeot 208 rally4 AIFA Jorge Cunha

Por fora, as «pinturas de guerra» já o denunciam, mas a «voz» mais grave do escape tira todas as dúvidas.

E tudo isto antes de abrirmos as portas, que «escondem» um habitáculo praticamente todo despido: resta apenas um pequeno display atrás do volante, uma caixa ao centro com funções básicas (buzina, controlo dos vidros, entre outros…), o volante, o travão de mão, o punho da caixa sequencial e claro, as bacquets.

E ainda nem vos falei do motor e de todos os upgrades mecânicos…

Animado por um motor 1.2 PureTech de três cilindros turbo que foi especialmente adaptado para a competição — tem um turbo de maior capacidade e uma gestão eletrónica (também de competição) da Magneti Marelli — e que produz 208 cv (às 5450 rpm) e 290 Nm de binário máximo (às 3000 rpm).

LEIAM TAMBÉM: Novo Peugeot 208 em vídeo. Testámos TODAS as versões, qual é a melhor?

A «gerir» todo este binário está uma caixa sequencial de cinco velocidades SADEV e um diferencial autoblocante mecânico, que ajudam a que este 208 Rally4 tenham sempre grande facilidade em colocar toda a força no asfalto (ou na terra!).

Mas há mais. Este 208 Rally4 conta com discos ventilados à frente de 300 mm (asfalto) ou 283 mm (terra) e discos sólidos atrás (290 mm) e com uma suspensão ajustável em três níveis (com compressão/descompressão de alta e baixa velocidade).

peugeot 208 rally4 AIFA Jorge Cunha

E tudo isto num «pacote» que pesa apenas 1080 kg, um valor que sobe para cerca de 1250 kg com este 208 Rally4 em ordem de marcha e com uma dupla (piloto/navegador) a bordo.

Importa recordar que tal como o 208 (de série) que lhe serve de base, também este 208 Rally4 é “apenas” um tração dianteira, mas nem isso impediu Cachón de o fazer sair de traseira em praticamente todas as curvas, com este leão a revelar sempre uma garra tremenda.

Parado ou «a fundo»

Costumamos dizer, em jeito de brincadeira, que os pilotos de rali são de uma «raça» distinta e que só sabem andar de duas maneiras: a fundo ou… a fundo!

A NÃO PERDER: Peugeot 9X8 Hypercar. Já conhecemos a «bomba» da Peugeot Sport para o WEC

É certo que Alejandro Cachón ainda está a dar os primeiros passos na carreira, mas é muito fácil detetar-lhe este ADN.

Quando entrei no carro e me encaixei na bacquet ao seu lado, com um capacete que mal me deixava mover a cabeça, apresentou-se e fez uma única pergunta: “Estás pronto?”. Respondi que “sim” e Cachón não quis ouvir mais nada…

co drive peugeot 208 rally4

Seguiram-se uns minutos de pura emoção e de adrenalina máxima, para mim, porque o piloto espanhol estava com a tranquilidade de quem está em casa, na sala de estar, a ver um filme.

LEIAM TAMBÉM: Novo Peugeot 508 PSE (360 cv). TRÊS MOTORES no Peugeot de produção mais potente de sempre

O poder de disparo deste 208 é impressionante, as passagens de caixa são rapidíssimas e a rigidez do chassis (de todo o conjunto) é notável, argumentos que fazem deste pequeno leão um protagonista de excelência para este troféu, que é uma espécie de academia de jovens talentos ibéricos.

Peugeot Rally Cup 2021
Alejandro Cachón (piloto) e Alejandro ‘Jandrin’ Lopez (navegador) foram os grandes vencedores da edição de 2021 da Peugeot Rally Cup Ibérica.

Quanto custa?

O custo de toda esta emoção? 67 000 euros, antes de impostos, com as encomendas a serem geridas através da Sports & You, distribuidora oficial da Stellantis Motorsport Racing Shop para Portugal e Espanha.

Mais artigos em Notícias