Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Venda

Lewis Hamilton vendeu o seu Pagani Zonda 760LH

Lewis Hamilton, Campeão do Mundo de Fórmula 1 por sete vezes, vendeu o seu Pagani Zonda 760 LH, um carro que ele próprio disse ser "terrível de conduzir".

The acordo com o Zonda Registry, que «monitoriza» o paradeiro e evolução de todos os Pagani Zonda feitos, Lewis…, perdão, Sir Lewis Hamilton, o heptacampeão do mundo de Fórmula 1, vendeu muito recentemente o seu Pagani Zonda 760LH.

É o fim de uma «relação» que começou em 2014, quando o piloto britânico encomendou e adquiriu o superdesportivo italiano, um exemplar único que teve como ponto de partida o 760RS. Este destaca-se pelo sufixo único “LH”, que não é mais que as iniciais do nome de Lewis Hamilton, tendo sido especificado totalmente a seu gosto.

Apesar da exclusividade e da performance, o Zonda 760LH não foi de todo um carro que tivesse caído nas suas boas graças.

VEJAM TAMBÉM: Tudo por uma boa causa. Max Verstappen vai vender o seu Honda Civic Type R

Tornou-se algo infame a entrevista dada por si em 2018 ao jornal britânico Sunday Times, quando ao comentar alguns dos carros na sua coleção, referiu-se ao Pagani Zonda 760LH como um carro “terrível de conduzir”, mas aquele que tem a melhor banda sonora. Relembramos que o motor é um 7.3 V12 naturalmente aspirado da AMG, com 760 cv obtidos a 8000 rpm.

O seu exemplar também destaca-se por ter sido o primeiro Zonda 760 com caixa manual de seis velocidades, pois a caixa semi-automática que deveria ter, segundo Hamilton, era pior do que a do Smart Roadster que ele chegou a ter(!).

Talvez esta falta de ligação ao superdesportivo italiano seja uma das razões pela qual, ao fim de sete anos, registe menos de 1000 km.

Pagani Zonda 760LH com Lewis Hamilton
Sir Lewis Hamilton com o Pagani Zonda 760LH.

O Zonda 760LH de Lewis Hamilton permaneceu original desde que foi adquirido — o que não é comum acontecer, pois a maioria dos Zonda tem recebido melhoramentos e aumentos de especificação ao longo dos anos —, e o único evento digno de registo foi um pequeno acidente em 2015, no Mónaco, tendo sido prontamente reparado.

Quem é o novo dono?

Por enquanto não se sabe quem comprou o Pagani Zonda 760LH ao piloto de Fórmula 1, mas o Zonda Registry diz que o supercarro encontra-se agora no Reino Unido e o preço de transação poderá estar na casa de alguns milhões de euros. Não só por ser um exemplar único, mas também por ser de quem é.

Quanto a Sir Lewis Hamilton, o lugar agora deixado vago numa das suas garagens deverá ser ocupado pelo AMG One, o hiperdesportivo híbrido equipado com motor de Fórmula 1, que tem conhecido vários atrasos no seu desenvolvimento e consequente entrega aos seus proprietários.

Há mais automóveis na coleção de Hamilton que incluem dois Ferrari LaFerrari (um coupé e outro Aperta), um Shelby Cobra, um Ford Mustang Shelby GT500 e ainda um McLaren P1 e um McLaren F1, este último com o chassis n.º 044, o mesmo número que ele usa nos monolugares de Fórmula 1.

Mais artigos em Notícias