Como alternativa ao automóvel, a Áustria criou um passe que custa 1095 euros por ano

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Transportes públicos

Como alternativa ao automóvel, a Áustria criou um passe que custa 1095 euros por ano

Disponível desde 26 de outubro, este passe conhecido como "Klimaticket" permite andar em todos os transportes públicos da Áustria durante um ano.

Apostada em reduzir a dependência do automóvel e em convencer um cada vez maior número de pessoas a usar o transporte público, a Áustria lançou no passado dia 26 de outubro o “Klimaticket” (“Passe Climático”).

Com um custo anual de 1095 euros, este passe permite utilizar qualquer autocarro ou comboio na Áustria. Mas há mais. Quem o comprar até amanhã, 31 de outubro, paga apenas 949 euros e há ainda várias modalidades que permitem comprar este “Passe Climático” por um valor mais em conta.

Para os menores de 25 anos, maiores de 64 anos e pessoas com deficiência, o passe custa 821 euros. Quem o reservou com antecedência paga apenas 699 euros. Para as famílias, cada criança entre os 6 e os 15 anos paga apenas 110 euros e os menores de cinco anos viajam totalmente de graça.

A NÃO PERDER: Carris Metropolitana. Vai nascer em Lisboa um gigante dos transportes públicos
Autocarro Áustria
Com um só passe os austríacos vão poder usar todos os transportes públicos do país.

Além disto, este “Passe Climático” pode também ser disponibilizado pelo empregador aos seus funcionários. A ideia por trás deste passe é dissuadir a população de usar o automóvel, principalmente nas “famosas” deslocações casa-trabalho.

A meta do governo austríaco passa por vender 100 mil destes passes anualmente, sendo que, para já, foram vendidos 70 mil “Klimaticket”.

Um bom negócio?

Apesar de os 1095 euros poderem parecer um valor elevado, há que ter em conta que permitem usar qualquer transporte público na Áustria. Para terem uma ideia, ao fim de um ano o passe “Navegante Metropolitano” e o “Andante Metropolitano”, que permitem circular nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto, respetivamente, custam 480 euros (40 euros/mês).

É verdade que este é um valor consideravelmente inferior aos 1095 euros pedidos na Áustria, mas nenhum destes passes nos permite usar os transportes públicos em todo o país.

Sabe responder a esta?
Qual é a potência do Bentley Continental GT Speed?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Quem disse que o Bentley Continental GT Speed não sabia “andar de lado”?

Mais artigos em Notícias