Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Fotos-espia

Adeus, V8. Olá, 4 cilindros. Fotos-espia antecipam o novo Mercedes-AMG GLC 63

O Mercedes-AMG GLC 63 já anda em testes e não "escapou" às objetivas dos fotógrafos, e tal como o C 63, vai trocar o V8 biturbo por um quatro cilindros híbrido plug-in.

Apesar de só agora ter sido “apanhado” em fotos-espia, a verdade é que a controvérsia à volta do novo Mercedes-AMG GLC 63 é já elevada. Tudo por causa da motorização que vai equipar o SUV cuja plataforma será a mesma do Classe C.

Ora, tal como o futuro Mercedes-AMG C 63, também o novo GLC 63 vai abdicar do portentoso V8 para adotar um mais “comedido” motor de quatro cilindros ao qual será associado um sistema híbrido plug-in.

Falamos do 2.0 l a gasolina, conhecido na marca de Affalterbach pelo código M 139, que após se “casar” com o sistema híbrido deverá oferecer uma potência máxima combinada, segundo a Mercedes-AMG, de mais de 653 cv (480 kW), um valor consideravelmente superior aos 510 cv debitados pelo V8 biturbo que equipava o antigo C 63 S.

A NÃO PERDER: GT 63 S E Performance, o primeiro plug-in da AMG. 843 cv, até 1470 Nm e… 12 km de autonomia elétrica
fotos-espia_Mercedes-AMG_GLC_63_10 © Razão Automóvel

Curiosamente, o protótipo do GLC 63 “apanhado” em testes no Nürburgring não tinha o habitual autocolante amarelo que dá conta de que aquele modelo é híbrido, mas não façam fé de que tal seja sinónimo de que o “Super-SUV” terá um motor diferente.

O que já deu para ver

No capítulo estético, as fotos-espia deixaram antever aquilo que, efetivamente, já sabíamos: o novo Mercedes-AMG GLC 63 vai ter todos os “ingredientes” típicos das propostas da marca alemã.

Assim sendo, apesar da camuflagem é notória a adoção de uma enorme grelha dianteira (a bem conhecida grelha “Panamericana”), o “obrigatório” alargamento das vias, as proeminentes saias laterais e ainda as quatro saídas de escape quadradas, típicas das versões “63” dos modelos da Mercedes-AMG.

Já as jantes, que até foram trocadas a meio dos testes, apresentam-se em versão “XXL”, não fazendo muito para “esconder” os travões de maiores dimensões.

Por fim, no que diz respeito à data de revelação do Mercedes-AMG GLC 63, não esperem conhecê-lo antes do final de 2022. Afinal de contas, a versão “normal” da nova geração do Mercedes-Benz GLC só deverá surgir no decorrer do próximo ano.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi revelado o Mercedes-Benz 190 (W201)?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Mercedes-Benz 190 (W201), antecessor do Classe C, celebra 35 anos

Mais artigos em Notícias