Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Antevisão

Lembram-se da Ebro? A marca espanhola regressa com uma pick-up elétrica

Desaparecida há mais de 30 anos, a Ebro vai regressar ao mercado com uma pick-up 100% elétrica e um projeto de relançamento ambicioso.

Com o mesmo nome que um dos maiores rios da Península Ibérica, ainda hoje a espanhola Ebro faz parte do imaginário dos nuestros hermanos, com os seus camiões, autocarros, carrinhas, jipes e tratores a serem uma presença habitual nas estradas de Espanha durante décadas e não só. Também tiveram uma importante presença em Portugal.

Fundada em 1954, a Ebro desapareceu em 1987 depois da Nissan a ter adquirido. Agora, quase 35 anos depois, a famosa marca espanhola que chegou a produzir (e comercializar) o Nissan Patrol está pronta a regressar graças à empresa EcoPower.

Este regresso insere-se num ambicioso projeto que reuniu várias empresas espanholas e que pretende aproveitar a fábrica que a Nissan vai encerrar em Barcelona, Espanha.

A NÃO PERDER: SEAT 1400. Este foi o primeiro automóvel da marca espanhola

Regresso em modo elétrico

O primeiro modelo da regressada Ebro consiste numa pick-up 100% elétrica acerca da qual ainda não há muita informação — poderá aproveitar as fundações da Nissan Navara, que era produzida em Barcelona —, a não ser um conjunto de imagens que antecipam um modelo com um visual contemporâneo e até agressivo.

Mais tarde o plano passa por criar não só uma gama completa de veículos todo o terreno, como por manter em produção alguns dos modelos que a Nissan produz atualmente em Barcelona, como a e-NV200, mas sob uma nova marca.

Mas isto é somente a “ponta do icebergue”. É que além destes veículos ligeiros está também prevista a produção de veículos industriais, plataformas para autocarros elétricos e de pequenos camiões.

Ebro pick-up
A pick-up da Ebro é só a primeira fase de um ambicioso projeto.

Outra das metas deste projeto passa pela participação no Dakar em 2023, competição na qual a Acciona (que já mostrou interesse em comprar várias unidades da pick-up) tem sido pioneira no recurso a modelos elétricos.

LEIAM TAMBÉM: Este SEAT Ronda foi usado como prova em tribunal. Porquê?

Um projeto (muito) ambicioso

Além do relançamento da Ebro, este projeto que conta com a participação de empresas como a QEV Technologies, BTECH ou o Ronn Motor Group que prevê uma autêntica “revolução elétrica” em Espanha.

Segundo as empresas por trás do projeto, este representa um investimento de 1000 milhões de euros nos próximos cinco anos e a criação de 4000 postos de trabalho diretos e 10 mil postos indiretos.

A ideia passa por criar um “Hub de Descarbonização”, aproveitando as instalações que a Nissan vai deixar de usar em Barcelona para transformar a Espanha num líder da mobilidade elétrica.

Assim, o projeto contempla a produção de pilhas de combustível (com a SISTEAM); a criação de um centro de homologação e certificação de baterias (com a APPLUS); o fabrico de sistemas de troca de baterias para veículos de micromobilidade (com a VELA Mobility); a produção de baterias (com a EURECAT) e a produção de jantes em fibra de carbono (com a W-CARBON).

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do SEAT Leon CUPRA 4?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Hot Hatch com 6 cilindros. A receita mais apaixonante?

Mais artigos em Notícias