Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Leilão

Menos de 400 km. Este McLaren F1 vai trocar de mãos por uma pequena fortuna

Com menos de 400 km percorridos e uma série de acessórios originais, este McLaren F1 deverá ser leiloado por mais de 12,6 milhões de euros.

Há carros que dispensam apresentações e o McLaren F1 é, definitivamente, um deles. Criado por Gordon Murray, este “unicórnio automóvel” viu saírem da linha de produção apenas 71 unidades de estrada (106 unidades no total, entre protótipos e de competição).

Animado por um V12 atmosférico da BMW (S70/2) com 6,1 l de capacidade, 627 cv às 7400 rpm e 650 Nm às 5600 rpm, o Mclaren F1 foi por largos anos o carro de produção mais rápido do mundo, sendo ainda o carro de produção com motor atmosférico mais rápido de sempre.

Por tudo isto o surgimento de uma unidade para venda é sempre um acontecimento e, à medida que os anos passam, os valores alcançados em leilão por esta “obra prima” de Murray são cada vez mais inflacionados (de forma justa, em abono da verdade). Por isso mesmo, estima-se que a unidade de que vos falamos venha a ser leiloada por mais de 15 milhões de dólares (cerca de 12,6 milhões de euros).

A NÃO PERDER: Este computador portátil é a chave para reparar qualquer McLaren F1

Em estado imaculado

À “procura de novo dono” no leilão da Gooding and Company em Pebble Beach em agosto, este McLaren F1 apresenta-se com o chassis número 029, tendo saído da linha de produção em 1995. Com o exterior pintado na cor única “Creighton Brown” e o interior revestido a couro, este exemplar percorreu, em média, só 16 km por ano!

O seu primeiro dono foi um cidadão japonês que raramente o usou sendo que depois disso este F1 “emigrou” para os EUA onde, igualmente, pouco uso lhe deram. A juntar ao estado imaculado e à reduzida quilometragem, esta unidade conta com mais alguns “pontos de interesse”.

Para começar faz-se acompanhar do kit de malas de viagem originais que encaixam nos compartimentos laterais. Além disso, este McLaren F1 conta ainda com o raro relógio da TAG Heuer e nem o “carrinho” de ferramentas está a faltar para completar o conjunto.

Por fim, e como uma espécie de “atestado de originalidade”, até os pneus são os Goodyear Eagle F1 originais, se bem que, ao contarem com 26 anos, aconselhamos a que sejam substituídos antes de devolver este F1 ao seu “habitat natural”: a estrada.

Sabe responder a esta?
Qual é a potência máxima combinada do McLaren Artura?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Confirmado. McLaren Artura: 3,0s até aos 100 km/h e 30 km a eletrões

Mais artigos em Notícias