Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Restomod

De doidos! Este Suzuki Samurai tem um Wankel com 450 cv

Nascido para trepar, o pequeno Suzuki Samurai também serve de base a projetos… "diferentes", como prova este exemplar com motor Wankel e 450 cv.

Apesar da anterior geração do Jimny ter chegado a ser vendida como um Mazda, o Suzuki Samurai (recuando mais uma geração), por outro lado, não tem mais nada em comum com a marca de Hiroshima a não ser a nacionalidade.

Contudo, o que o “mundo real” afastou o “mundo do restomod” aproximou, e o Samurai que veem neste artigo tem tanto de Suzuki como de Mazda. Tudo porque além de um visual inspirado pelos hot rod, debaixo do seu capô “habita” um dos mais famosos motores da Mazda: o Wankel 13B!

Essencialmente, Marvin Sanchez (@chillmatic), norte-americano e autor desta obra, quis juntar numa máquina só a sua paixão pelos pequenos Samurai e pelas drag races.

A NÃO PERDER: Rebaixaste o teu carro 3 cm? Este Lada Niva riu-se

Uma longa história

Apaixonado desde criança pelo pequeno jipe “quadrado” japonês, Sanchez não pensou duas vezes quando teve oportunidade de adquirir para dar azo à sua ideia de construir um Samurai “de loucos”.

Começou por rebaixar (e muito) o seu Samurai, abdicou da tração integral, passando a contar apenas com tração traseira cortesia de um veio de transmissão específico para drag racing da empresa Strange Engineering. Por fim o eixo traseiro rígido foi herdado de uma… Ford F-150 restando apenas uma alteração: o motor.

Tendo em conta que estamos no país dos V8, seria natural que a escolha de um novo coração para este Samurai recaísse sobre um, mas as dimensões diminutas do modelo nunca o permitiriam (trata-se de um kei car japonês). Marvin Sanchez teve, desde logo, outro motor em mente para conseguir a potência desejada, bem mais compacto: o 13B da Mazda, herdado, neste caso, de um RX-7 de 1990.

VEJA TAMBÉM: Alpine Ravage. Um A110 único inspirado no mundo dos ralis

Apesar de originalmente oferecer cerca de 160 cv (mais do dobro da potência original do Suzuki Samurai), ainda assim era um valor que não chegava para Marvin Sanchez. Nada como adicionar um turbo para aumentar o “poder de fogo” do 13B. A sobrealimentação ficou a cargo de um turbocompressor Precision 7675 (turbina com 75 mm de diâmetro) e a válvula de wastegate tem 66 mm; adições que obrigaram a criar coletores de admissão e escape únicos, assim como um intercooler.

Mais componentes do 13B tiveram de ser modificados, mas no final, o resultado de todas estas alterações traduzem-se em… 450 cv de potência! Curiosamente, a transmissão continuou a ser a mesma usada pelo RX-7.

Sim, são 450 cv num Suzuki Samurai que, neste caso, acusa na balança parcos 820 kg. A experiência de conduzi-lo deve ser em iguais partes aterradora e excitante. Recordamos que continuamos a ter um modelo com pouco mais de dois metros de distância entre eixos, suspensões de lâminas e eixos rígidos…

Sabe responder a esta?
Qual é a capacidade da bagageira do Suzuki Swace?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Testámos o Suzuki Swace 1.8 Hybrid. A tua cara não me é estranha

Mais artigos em Notícias